Foto por: Cida Vasconcelos

VTEX DAY debate Inteligência Artificial e o futuro do varejo

No primeiro dia, evento teve painel especial com os futuristas Uri Levine, co-fundador do Waze, e Zack Kass, ex-diretor de go-to-market da OpenAI
O VTEX DAY, um dos maiores eventos de digital commerce do mundo, aconteceu nesta semana e contou com a presença de grandes nomes da Inteligência Artificial, apresentação de casos de sucesso e muito conteúdo sobre inovação para o varejo. 

"O cenário econômico e os seus desdobramentos trazem muitos desafios para o setor. Nosso objetivo no VTEX DAY é promover e apresentar ao mercado e ao ecossistema os melhores caminhos para que consigam solucionar esses desafios e alcançarem a lucratividade em seus negócios", afirma Mariano Gomide de Faria, cofundador e CEO Global da VTEX.

Na abertura do Spotlight, palco principal do evento, o fundador e co-CEO da VTEX Geraldo Thomaz mediou um painel com Uri Levine, cofundador do Waze e autor do livro Apaixone-se pelo problema, não pela solução, e Zack Kass, futurista e ex-diretor de go-to-market da OpenAI, detentora do Chat GPT.
Thomaz falou sobre os impactos da IA em nossa vida cotidiana e questionou os futuristas em relação às suas visões sobre os limites dessa tecnologia. Para Uri, a IA assume cada vez mais um papel de protagonista nas tarefas repetitivas de nosso dia a dia, o que deve ajudar as pessoas a terem mais tempo para fazerem o que realmente amam. “ A IA não vai mudar o que nos faz feliz, não vai substituir o tempo com nossa família e amigos”, afirma. Zack concorda: “a IA poderá substituir tudo. Só não podemos deixá-la substituir nossa capacidade de nos apaixonarmos. Podemos ser gentis com as máquinas, mas jamais encontrar mais conforto nas máquinas do que nas pessoas que nos cercam.” 
Quando questionados a respeito dos limites que devem ser dados à IA, os especialistas compartilharam suas visões. Enquanto Uri afirma que os usuários já não estão preocupados com sua privacidade e diz acreditar que não deve haver limites, que estes devem ser avaliados conforme a inteligência artificial avança, Zack defende que cabe ao usuário definir se deseja abrir mão de parte de sua privacidade em troca de benefícios dados pelos serviços. ele exemplifica: “eu posso querer abrir meus dados de saúde em troca de saber se e quando corro o risco de ter uma parada cardíaca”. 
As apresentações do palco Spotlight foram encerradas com Heather Hershey, diretora de pesquisa para comércio digital mundial da IDC. A pesquisadora apresentou ao público o conceito de comércio transcendente, que aproveita modelos de dados unificados e o poder da IA para fundir os modelos operacionais de comércio acelerando processos e aumentando resultados.

Tendências

O dia teve ainda muito conteúdo sobre inovação. Em um dos painéis no palco Trendsetter, Marcelo Pimentel, CEO do Grupo Pão de Açúcar, Alberto Sorrentino, CEO da Varese Retail, e Fernando Yunes, vice-presidente do Mercado Livre, conversaram sobre a crescente convergência em que as plataformas de mídia têm se transformado em marketplaces. Segundo Pimentel, as lojas do Grupo Pão de Açúcar são os maiores vendedores de alimentos no ecommerce, tem o maior programa de fidelidade do Brasil, e com o decorrer do tempo usaram esses dados para monetizar como um novo canal de negócios dentro do grupo. 
O executivo contou que o retail media começou como uma extensão do programa de fidelidade – para entender o comportamento e a jornada de compra – e, em 2023, gerou uma receita incremental de R$ 2,6 bilhões. Já o MercadoLivre, de acordo com Yunes, alcançou quase 456 milhões de anúncios em sua plataforma de retail media Mercado Ads. 
O comércio conversacional, aquele em que a comunicação entre o varejo e o consumidor acontece em tempo real para a conversão de uma venda, também foi assunto no primeiro dia do VTEX DAY 2024. Santiago Naranjo, chief revenue officer da VTEX, recebeu Guilherme Horn, head o Whatsapp para mercados estratégicos, para um papo sobre a evolução do digital commerce. Para Horn, o comércio conversacional é a terceira era do ecommerce. “As pessoas querem se comunicar com as marcas da mesma forma que se comunicam com amigos e família”, disse. “Um dos desafios para nós no WhatsApp é alinhar relevância da mensagem com alto retorno para a empresa. Quanto mais personalizada a mensagem, maior a conversão. A capacidade de personalização é chave para o sucesso”, completou.

Casos de sucesso

Mercado Livre e Samsung, outros dois clientes da VTEX, contaram como fizeram a melhor Black Friday de suas histórias. As empresas revelaram que reforçaram a parceria entre elas ao longo dos últimos quatro anos, otimizaram estratégias de entrega e relacionamento com clientes e fortaleceram ações de marketing, entre outras iniciativas. 
Resultados de negócios também foram assunto do VTEX DAY. A Electrolux, por exemplo, revelou como conseguiu aumentar em 50% a venda de sua loja física em 10 meses a partir da transformação digital. O cerne dessa transformação de vendas diretas ao consumidor (D2C) foi a habilidade da empresa em observar a necessidade da digitalização para o contexto das lojas físicas. Durante esse processo, a companhia implementou a “prateleira infinita”, funcionalidade do Sales App, aplicativo nativo da plataforma VTEX. 
Este movimento não apenas expandiu o alcance dos produtos disponíveis para os clientes, mas também proporcionou uma experiência de compra mais completa e satisfatória, gerando cada vez mais credibilidade para a marca, conforme contou Marcos Sitko, supervisor comercial de D2C da Electrolux. “Após a implementação digital nas lojas, nossa marca, que já era forte, está ficando cada vez mais forte. Fazer igual sempre foi feito, trará o mesmo resultado”.<
Priscila Gusson, gerente sênior de ESG da Whirlpool, contou ao público do VTEX DAY como a companhia tem conseguido oferecer uma melhor experiência ao seu consumidor através da adoção da logística reversa. A Whirlpool lançou o seu sistema de logística reversa de eletrodomésticos de todos os portes e marcas, com coleta residencial agendada e gratuita, aumentando a confiança dos clientes em sua marca e contribuindo para a destinação correta do lixo eletrônico. Segundo ela, a companhia hoje pensa no processo de retorno do produto desde o início do seu processo de fabricação. No mundo, 62 milhões de toneladas de lixo eletrônico são geradas todo ano. E só 22% é coletado e reciclado, alertou a executiva.

"O que sabemos fazer bem, vamos continuar fazendo bem. O que não sabemos, buscamos com os nossos parceiros, com muita comunicação para entender o que mais podemos fazer, com foco em soluções", afirma Bruno Costa, diretor sênior da Samsung Brasil. Segundo Costa, as vendas da Black Friday cresceram 80% em relação ao ano anterior. Para isso acontecer, a empresa usou estratégias mais agressivas, como parceria com a TV Globo, através da qual disponibilizaram QR code na TV aberta para facilitar as compras, e com entregas mais rápidas. Outra estratégia foi usar os influenciadores como alavanca de tráfego para melhorar o alcance ao consumidor. "Isso também engajou o consumidor", afirmou.

No Mercado Livre, as vendas de eletrônicos chegaram a 1 milhão de unidades comercializadas na última edição da Black Friday, um crescimento de 140% na comparação com o ano anterior. Julia Rueff, vice-presidente do Mercado Livre, atribuiu o sucesso à inovação por trás dos serviços, incluindo os mecanismos de gestão de marketing, estratégias de promoções e velocidade da logística.  

(Fonte: Assessoria de imprensa)

Compartilhe

Notícias relacionadas

TOP 6
Inteligência Artificial pode contribuir em até 5,4% do PIB da América Latina até 2030
Segundo relatório da Allianz Trade número fica atrás dos Estados Unidos e Canadá, que devem...
TOP 6
Valid lança primeiro cartão bancário 100% em braille no Brasil
Os cartões já estão disponíveis para os clientes do Banco do Brasil (BB); equipamento inédito...
TOP 6
Embratel amplia solução de conectividade via satélite para fornecer redundância
Serviço de Banda Larga via satélite proporciona uma camada adicional de backup à rede das...
TOP 6
Banco Central publica próximos passos da regulação de criptoativos
A infraestrutura criada para o Piloto com Tecnologia de Registro Distribuído (DLT) passará a testar...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top