nota4

Visa se aproxima das fintechs com a compra da Plaid por US$ 5,3 bilhões

Por Edilma Rodrigues

A Visa anunciou esta semana acordo definitivo de aquisição, por US$ 5,3 bilhões, da Plaid, fintech que facilita o compartilhamento de informações financeiras entre instituições bancárias e aplicativos e serviços como Acorns, Betterment, Chime, Transferwise e Venmo. O CEO e chairman da Visa, Al Kelly, explica esta compra é a evolução natural da jornada de 60 anos da Visa, conectando compradores e vendedores até consumidores com serviços financeiros digitais e coloca a empresa no epicentro do mundo das fintechs.

De acordo com a multinacional, os consumidores confiam nesses aplicativos e serviços para ajudar a planejar seus gastos, aumentar suas economias e monitorar seus investimentos. Por exemplo, quando um usuário configura uma conta Venmo, é o Plaid que permite vincular sua conta bancária ao app da Venmo. “A conectividade entre instituições financeiras e desenvolvedores se tornou cada vez mais importante para facilitar o uso dos aplicativos das fintechs. 75% dos consumidores com acesso à internet no mundo usaram um aplicativo de fintech para iniciar a movimentação de dinheiro em 2019, contra 18% em 2015. A Plaid é líder em possibilitar essa conectividade em grande escala. Hoje, uma em cada quatro pessoas com uma conta bancária nos EUA usou o Plaid para se conectar a mais de 2,6 mil apps de fintechs em mais de 11 mil instituições financeiras,” argumenta a Visa em nota.

De acordo com o CEO e cofundador da Plaid, Zach Perret, a missão da startup é tornar o dinheiro mais fácil para todos e acordo com a Visa é a oportunidade de continuar cumprindo essa promessa em escala global.

Aquisição aproxima Visa das fintechs

Além disso, a empresa esclarece que a aquisição representa, simultaneamente, a entrada em novos negócios e em aprimoramentos complementares aos negócios com os quais ela já atua. Uma vez que os negócios centrados em fintechs da Plaid abrem novas oportunidades de mercado para a Visa nos EUA e internacionalmente. E a combinação das soluções das duas empresas permite levar recursos avançados de pagamento e serviços de valor agregado relacionados aos desenvolvedores de fintechs. “Por fim, a aquisição permitirá que a Visa trabalhe ainda mais próxima com as fintechs em todas as etapas de seus desenvolvimentos e impulsionará o crescimento do negócio principal da Visa.”

Como destaca Al Kelly: “a aquisição da Plaid melhora a trajetória de crescimento de nossos negócios. A Plaid é líder no mundo das fintechs de rápido crescimento, com o que há de melhor em recursos e em talentos. A aquisição, combinada com nossos esforços em fintechs já em andamento, posiciona a Visa para agregar ainda mais valor aos desenvolvedores, instituições financeiras e consumidores”. 

A transação está sujeita a aprovações regulatórias e outras condições habituais de fechamento. A Visa financiará a transação com dinheiro em caixa e emissão de dívida no momento apropriado. Esta transação não terá impacto no programa de recompra de ações ou na política de dividendos anunciados anteriormente pela Visa. Espera-se que a transação seja concluída nos próximos três a seis meses.

Com informações da assessoria de imprensa

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top