“Temos um espaço grande para crescer o crédito no Brasil

O Webinar Superendividamento da CB aconteceu no dia 19 de março e contou com a participação de relevantes nomes do setor que participaram do evento, dividido em três momentos: palestra sobre a Lei do Superendividamento; painel temático “Os desafios do ecossistema financeiro, regulações e o panorama futuro”, e uma roda de conversa que explorou a questão do crédito responsável e o papel de cada um nesse caminho. 

Cintia Falcão, consultora jurídica da Acrefi (Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento), iniciou o evento com a palestra que traçou o perfil do endividado no Brasil e trouxe conceitos importantes que justificam a razão da existência da Lei do Superendividamento.

Ela apresentou dados da pesquisa Ipec sobre endividamento e inadimplência do consumidor em 2021 que apontam que a população brasileira tem hoje mais de R$ 213 milhões de dívidas pendentes de pagamento no mercado, sendo que o valor médio das dívidas do brasileiro é de quase R$ 4.000,00. “Um valor bastante considerável considerando a renda da população hoje”, avaliou. 

O estado que mais tem inadimplência é o Amazonas, que tem metade da população com inadimplência, seguido de Mato Grosso e Rio de Janeiro. A faixa etária dos inadimplentes é entre 26 e 40 anos. Os principais setores que causam o endividamento são: bancário, seguido das utilities – contas de luz, água, telefone – e o varejo. 

Com mais de 63 milhões de cidadãos inadimplentes – o mercado considera inadimplência dívidas vencidas a mais de 90 dias -, Cintia salientou que metade desse valor refere-se a superendividados. Ou seja, pessoas cujas dívidas impactam diretamente na sua sobrevivência. “Por isso, do meu ponto de vista, é super importante que a lei traga a questão da educação financeira, ainda pouco explorada”, considerou.

A advogada ressaltou ainda que, embora a pesquisa aponte que a cada 10 famílias brasileiras 7 contraíram algum tipo de dívida com sistema financeiro em 2021, houve uma pequena redução dos indicadores de inadimplência no mesmo período e concluiu: Isso mostra que nem todo endividado está inadimplente. É muito importante que a gente saiba que o cidadão pode viver de pagar as dívidas mais antigas e ‘enrolar’ as dívidas mais recentes. Também, em um cenário econômico melhor do que esse que estamos vivendo hoje, ele pode fazer dívida para adquirir bens e serviços para melhorar sua qualidade de vida, tipo financiamento de veículo e de imóveis, algo que a gente chama de ‘uma dívida boa’.

Dentro dessa realidade, ela avaliou de forma breve o mercado de crédito no país. Hoje, a relação de crédito/PIB é de 37%, enquanto nas economias emergentes é de 54%. Quando falamos de economias avançadas, estamos falando de 81%. Então, temos um espaço muito grande ainda para crescer o crédito no Brasil, pontuou.

Insights Ed. 18

EditorialMais um olhar sob o superendividamento
1“Temos um espaço muito grande ainda para crescer o crédito no Brasil”
2Renegociação direta com fornecedor deve ser prioridade
3Lei do Superendividamento tem até 12 meses para ser regulamentada
4Lei se destaca por trazer o ganho da recuperação do cidadão à sociedade
5“As fintechs vão ter cada vez mais um papel muito importante nesse mercado”
6Experiência do consumidor assume papel central na discussão do superendividamento
Ponto de vistaTendências de CX para 2022, o ano que promete ser customer centric

Compartilhe

Notícias relacionadas

Uncategorized
Raio X PBT 2022: iniciativas em blockchain
A temática do uso da blockchain no ecossistema financeiro foi introduzida na 17ª edição do...
Uncategorized
Terceirização das ATMs ganha nova perspectiva no Brasil
Caminho alternativo já é realidade nos mercados mais maduros; no Brasil, a
Uncategorized
Máquinas de autoatendimento avançam na sigla ESG
Além da questão social amplamente discutida, a tecnologia têm
Uncategorized
Inovação e inclusão financeira nos bancos digitais norteiam próximo webinar
Evento será realizado na quinta-feira, dia 30; na semana seguinte, discussão será retomada sob a...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top