Crédito: canva

Telecom investe R$ 35 bi em 2023; avanço do 5G traz boas expectativas para o setor

Expectativa é positiva com relação ao aumento da receita, principalmente por conta do avanço do 5G nos setores produtivo e inovação
Em 2023, o setor de telecomunicações no Brasil investiu R$ 35 bilhões, mantendo uma estabilidade em relação a anos anteriores, na casa dos 20% da receita líquida. No ano anterior, em 2022, o investimento total alcançou R$ 40,2 bilhões, segundo dados da Conexis Brasil Digital.
A receita bruta real foi de R$ 279,4 bilhões, mas há uma expectativa positiva com relação ao aumento da receita, principalmente por conta do avanço do 5G nos setores produtivo e inovação, visto que o relatório indica a adesão gradual de consumidores ao serviço. Em 2023, a tecnologia foi ativada em 352 cidades, onde se encontram 54% da população brasileira.

Frost Radar 2024

Enquanto isso, a Frost & Sullivan estima que as operadoras de telecomunicações aportaram US$ 60 bilhões em infraestrutura móvel e sem fio no mundo em 2023, uma estagnação ante os aportes do ano anterior, em especial em redes públicas celulares. Divulgado pela Ericsson e pela empresa de análise de mercado na terça-feira (28), o dado faz parte do relatório Frost Radar 5G Network Infraestructure 2024.
A empresa de análise de mercado acredita que parte dessa queda pode ser compensada com o avanço das redes privativas no futuro. O documento revela ainda que o mercado deve crescer em uma média anual de 2% nos próximos cinco anos e que o 4G continua sendo a principal destinação de recursos, mas deve começar a cair, já que o 5G cresce mais rápido, se comparado com o seu deploy uma década antes. A Frost & Sullivan espera que a quinta geração das redes celulares acelere e se torne o padrão dominante no mundo. 
Embora o 5G esteja introduzindo novas tecnologias (chipsets, handsets, estruturas de arquitetura de rede) e as promessas de crescimento entre os consumidores (B2C) e empresas (B2B), o estudo da Frost & Sullivan aponta que o setor (fornecedores e operadoras) está sofrendo uma série de pressões para crescer. 
Entre as forças que causam dificuldades estão: a necessidade de novos modelos de negócios; baixas margens de lucro; entrada de novos fornecedores de core com avanço de soluções baseadas em nuvem e abertas.

(Fonte: Mobile Time e Tele.Síntese)

Compartilhe

Notícias relacionadas

TOP 6
Patex lança ecossistema de tokenização de Ativos Reais na América Latina
Nova infraestrutura blockchain promete transformar a economia regional e abrir portas para novos investimentos.A Patex,...
TOP 6
Banco BV passa a oferecer solução completa em Seguros para atacado
Parceria com Lockton possibilita a exploração de novos setores para concessão de créditoO banco BV,...
TOP 6
BTG Pactual será dealer da Circle no Brasil para distribuição de criptos
O objetivo é fazer mais parcerias, inclusive com desenvolvedoresPor Cláudia Mancini*A Circle, criadora do ecossistema...
TOP 6
Estudo aponta Itaú, Bradesco e Skol como marcas mais valiosas do Brasil
Drogasil, Porto, PagBank e Nubank apresentaram os maiores crescimentos do ranking, que teve ainda a...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top