Stone anuncia aquisição da Linx por R$ 6,04 bilhões

Stone anuncia aquisição da Linx por R$ 6,04 bilhões

Por Edilma Rodrigues

A Stone anunciou nesta terça-feira (11) um acordo para a aquisição da Linx, empresa de software de gestão para o varejo com 30 anos de mercado. De acordo com o Brazil Journal, a Stone está pagando R$ 6,04 bilhões pela Linx – 90% em cash e 10% em ações – e vai emitir US$ 1 bilhão em novas ações para financiar a compra. “O valor embute um prêmio de 30% sobre o valor de mercado da Linx no fechamento de ontem,” complementa a publicação.

A Linx, ontem à tarde (11), informou, por meio de “fato relevante”, que estava em tratativas finais para uma possível combinação de negócios com a StoneCo Ltd., por intermédio da sua controlada brasileira STNE Participações S.A. “Não há, neste momento, nenhum documento vinculativo assinado pela Companhia a respeito dessa transação, e, portanto, não há garantia de que uma potencial operação seja concluída.”

No entanto, pouco mais tarde, a Stone confirmou, em nota, a aquisição. Segundo a fintech, uma nova frente de negócio será criada a partir da integração da Linx ao atual portfólio de investimentos em software da Stone, que somente ocorrerá após as devidas aprovações regulatórias. A transação está condicionada à aprovação pelos acionistas das duas companhias e pelos órgãos regulatórios competentes, como SEC e CADE

Para aconselhar as definições estratégicas e ajudar na construção dessa futura nova fase das duas companhias, será formado um conselho consultivo liderado por Alberto Menache, atual CEO da Linx. 

A terça-feira continuou agitada com a notícia da compra. Na B3, as ações da Linx subiram dos R$ 28,94 para R$ 34,72, por volta das 14h00 e continuaram em alta. Por sua vez, os papéis da Stone na Nasdaq passaram de US$ 47,53 às 12h57 e às 15h53 era negociada a US$ 54, com valorização de 14,46%. A informação é da Isto É Dinheiro.

Depois do anúncio da Stone, a Linx divulgou os resultados do segundo trimestre. O lucro líquido foi de R$ 2,8 milhões no período, queda de 77,5% em relação ao segundo trimestre de 2019. O lucro líquido ajustado foi de R$12 milhões no trimestre.

Com informações da assessoria de imprensa, Brazil Journal e Isto É Dinheiro

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top