Soluções da TecBan entregam R$ 5 bi em economia anual para o setor financeiro

A TecBan está participando do desenvolvimento do Drex em Projeto Piloto do Banco Central junto com um consórcio
O mercado financeiro está em constante transformação. Recentemente, iniciou o processo de tokenização da moeda, com o chamado Drex – moeda digital brasileira oficial – e, anteriormente, o compartilhamento de dados e informações financeiras entre instituições, com o Open Finance. 
A TecBan está participando do desenvolvimento do Drex, testando a usabilidade do ativo ao participar do Projeto Piloto do Banco Central junto com um consórcio. A empresa foi pioneira em fomentar o novo ecossistema no país e está ajudando, por meio da sua plataforma de Open Finance as a Service, as instituições financeiras a atingirem conformidade regulatória e na inteligência de dados para a personalização de ofertas. “O nosso papel é oferecermos toda a infraestrutura e cuidarmos do ambiente para que o banco possa focar na estratégia de seus produtos e na experiência do cliente”, explica Tiago Aguiar, Superintendente de Novas Plataformas da TecBan. 
Não é de hoje, porém, que a companhia participa do desenvolvimento do setor financeiro. Com 41 anos de atuação, é responsável pelo Banco24Horas, a maior rede independente de caixas eletrônicos do mundo em volume de saques, e passou por diversos processos de modernização ao longo do tempo. 
“Hoje, atendemos clientes de perfis variados com soluções figital – que transitam entre o digital e o físico –, entregando às instituições financeiras o que elas precisam para oferecer a melhor experiência ao consumidor final”, afirma Ariovaldo Ribeiro, Superintendente de Autoatendimento da TecBan. Com essa atuação eficiente e versátil, contribui com uma redução de custos estimada em R$ 5 bilhões ao ano para o sistema.
Para gerar essa eficiência ao sistema financeiro, a TecBan desenvolveu uma variedade de soluções customizáveis, como a terceirização da gestão do autoatendimento, no qual a empresa administra integralmente ou de forma modular a rede de caixas eletrônicos dos bancos, mantendo toda a identidade de marca da instituição. 
Somente com o Banco24Horas, são mais de 24 mil caixas eletrônicos espalhados pelo país, com presença na vida de 153 milhões de pessoas, cerca de 70% da população brasileira. A atuação é em parceria com mais de 150 instituições e movimenta 3,4% do PIB brasileiro todo ano. 
Com o Banco24Horas em agências, as agências bancárias cedem espaço para um caixa eletrônico multibancos e há ainda as soluções móveis – em formato container e caminhão -, os Espaços Banco24Horas, que complementam a capilaridade das instituições expandindo a inclusão financeira com o custo compartilhado. 
No desenvolvimento de tecnologias que resolvem problemas da vida real, a TecBan criou formatos mais compactos, nos quais a segurança e praticidade do Banco24Horas são disponibilizadas para estabelecimentos que não comportariam um caixa eletrônico, mas que pelo alto volume de dinheiro em circulação no caixa podem oferecer a moeda física ao cliente final por meio do Atmo ou totem do Banco24Horas. 
De olho no futuro, todos os anos, a TecBan investe R$ 500 milhões em renovação tecnológica e está em movimento de escalada da estrutura atual do Banco24Horas.   Além disso, investe em modelos de gestão terceirizada do autoatendimento e na inserção de serviços no Banco24Horas, como, por exemplo, o Saque Digital, saque de criptomoedas e depósito em dinheiro. 
Cerca de 30% das receitas da TecBan já são provenientes de novos negócios. A empresa transforma em serviço as atividades que processa em escala e eficiência nos segmentos de transporte de valores, mídia digital out of home, telecomunicações, serviços de ponta a ponta para o autoatendimento (logística, manutenção, instalação de dispositivos de segurança, upgrades, armazenamento, revitalização, descarte sustentável, movimentação) e obra civil. Para antecipar tendências, trabalha com startups em negócios escaláveis a partir de uma plataforma aberta de inovação.
* Conteúdo publieditorial

Compartilhe

Notícias relacionadas

TOP 6
CMN e BC aprovam medidas para amenizar os efeitos da calamidade pública no RS
O Banco Central monitorará continuamente o funcionamento da intermediação financeira na regiãoEm reunião extraordinária no...
TOP 6
Competição voltada às tecnologias para finanças sustentáveis abre inscrições
Quinta edição do G20 TechSprint foi lançada pelo Banco Central (BC) e o Centro de...
TOP 6
Celcoin adquire startup especializada em regulação bancária e fiscal
Reg+ representa a quarta aquisição em dois anos, e reforça o investimento da empresa em...
TOP 6
Programa Celular Seguro é desconhecido por 40% da população, aponta pesquisa
Levantamento encomendado pela Febraban mostra que 29% dos entrevistados não estão interessados na plataformaAté o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top