nota2

SoftBank lidera investimento Série C de R$ 190 milhões no Olist

Por Edilma Rodrigues

O SoftBank Group, um dos maiores fundos de venture capital do mundo, liderou investimento Série C, de R$ 190 milhões, no Olist, startup que ajuda varejistas a aumentarem suas vendas ao gerar liquidez de estoque. O aporte desta rodada é o mais alto recebido pela empresa desde sua fundação, em 2015. O fundo se junta aos investidores Redpoint eventures e Valor Capital Group. De acordo com a nota divulgada pelas empresas, agora, a startup é a mais nova integrante de um seleto grupo de empresas brasileiras com o potencial de se tornarem unicórnios.

O investimento liderado pelo SoftBank será utilizado para fortalecer a relação da empresa com os marketplaces, expandir sua equipe para acelerar a evolução do produto e aumentar a base de comerciantes offline. O objetivo da empresa é expandir sua comunidade existente de 7 mil vendedores para mais de 100 mil nos próximos anos. “O foco do Olist, mais do que nunca, é trazer vendedores offline para o mundo online, adicionando uma grande variedade de produtos únicos aos marketplaces parceiros,” ressalta o CEO e fundador do Olist, Tiago Dalvi. 

Segundo o sócio gestor de investimentos do fundo latino-americano do SoftBank, Paulo Passoni, o Olist agrega imenso valor ao ecossistema do e-commerce ao profissionalizar micro e pequenos vendedores que buscam liquidez para seus produtos. “O Olist integra o varejo tradicional de cauda longa aos marketplaces digitais, ao mesmo tempo que atende consumidores finais por meio de um sólido serviço ao consumidor”, assinala Passoni. 

O Olist interage simultaneamente com vendedores e consumidores. De um lado, trabalha junto a uma seleta e extensa base de vendedores para classificar produtos de acordo com categoria, origem, qualidade e potencial de vendas. Já do lado do consumidor, o Olist oferece ofertas competitivas e suporte de ponta-a-ponta durante a jornada de compra. “Os produtos oferecidos em nossas lojas são enviados diretamente por varejistas localizados em todo o país. Esse modelo é leve em ativos e tem grande potencial de escalar”, explica Dalvi.

O Olist se apresenta aos consumidores finais em cada marketplace por meio da sua própria marca. A atuação como marketplace dentro de outros marketplaces faz com que o modelo seja mais complexo, mas o resultado é que a empresa realmente se tornou um one-stop-shop, ou um balcão único, para os vendedores, que podem gerenciar catálogos, preços, reposição de estoque, serviço ao consumidor e pagamentos em uma só plataforma. 

O Olist lançou seu app para dispositivos móveis, no mês passado. “O vendedor baixa o aplicativo, disponível para iOS e Android, cria uma conta, lista produtos e vende direto de seu smartphone em poucos passos, sem precisar saber o que é e-commerce ou qual é o papel do marketplace,” destaca o executivo do Olist.

Além das parcerias com os maiores marketplaces do Brasil (incluindo Amazon, B2W, Carrefour, MadeiraMadeira, Mercado Livre, Via Varejo e Zoom), o Olist está construindo um amplo ecossistema de integrações com importantes plataformas de e-commerce, ERPs e hubs de e-commerce. 

A empresa também desenvolveu uma solução especificamente para empresas maiores, chamada Branded Store. Essa unidade de negócios é focada em ajudar grandes marcas a consolidarem sua presença online. Ela permite que as marcas lancem suas operações D2C (direct-to-consumer, ou direto ao consumidor) ao mesmo tempo em que empodera sua rede de distribuição existente sem o efeito colateral do conflito entre canais. “A Branded Store é um desdobramento white label de nosso carro-chefe, o Olist Store,” explica Dalvi. 

Com informações da assessoria de imprensa

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top