Saque e Pague lança maquininha que permite saques e remunera varejistas pelo serviço

Saque e Pague lança maquininha que permite saques e remunera varejistas pelo serviço

Por Edilma Rodrigues

A Saque e Pague lança o Mini ATM, solução que permite saques e serviços financeiros no varejo, como abertura de contas, bem como a contratação de seguros, microcrédito, entre outros, que devem ser incluídos em 2021. Por meio da maquininha, os consumidores podem sacar valores pré-estabelecidos de R$ 20, R$ 50, R$ 70, R$ 100, R$ 120, R$ 150, R$ 180 e R$ 200 (limite). Para varejistas, o novo serviço vai gerar receita, atratividade para novos clientes e incremento de eficiência operacional, além de reduzir custos e o risco de transporte de valores.

A empresa explica que o Mini ATM permite a sangria de caixa de forma prática e segura. Ela pode ser feita diretamente pelo varejista quando um cliente faz um saque. O estabelecimento comercial disponibiliza o canal, entrega o dinheiro do seu próprio caixa e os valores são destinados automaticamente à conta do estabelecimento. A Saque e Pague passa, então, a ser responsável pela transação.  

O CEO da Saque e Pague, Givanildo Luz, explica que diferentemente do que é praticado atualmente no mercado, que cobra dos varejistas, o objetivo é remunerá-los por utilizarem o Mini ATM. “Cada transação realizada por meio desse canal será remunerada. Sabemos que é uma dor do varejo encontrar novas maneiras de gerar receita e assim conseguimos contribuir de maneira descomplicada para resolver esse problema.” 

A operacionalização do modelo de negócios e gestão do numerário é 100% feita pela Saque e Pague e não há custos adicionais. “Sabemos da importância de trabalhar ao lado das instituições e somos flexíveis ao atendê-las de acordo com as necessidades do mercado. Nosso objetivo é fortalecer o segmento e crescer junto com ele. Garantimos que o novo produto esteja alinhado com os bancos, cooperativas, fintechs e operadoras conectados à nossa plataforma para garantir uma experiência justa e sem frustrações para os usuários e varejistas. O Mini ATM da Saque e Pague agrega valor de forma ampla para todo o ecossistema e isso não está no apenas no discurso trata-se de uma solução disponível ao mercado”, afirma Luz.  

O executivo explica ainda que os brasileiros possuem restrições de acesso para uso de serviços financeiros e a pandemia evidenciou a dificuldade. Segundo dados do Banco Central, 427 cidades brasileiras não possuem nenhuma agência bancária e o número chega a mais de 2 mil cidades sem atendimento, se não considerados os PABs (Pontos de Autoatendimento Bancários) e PAEs (Pontos de Atendimento Eletrônicos). “A solução do Mini ATM passa a ser uma alternativa diferenciada e viável de acesso à população aos serviços financeiros”, complementa Luz.  

Com informações da assessoria de imprensa

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top