Crédito: Santander imprensa

Santander lança plataforma de BaaS para operações de câmbio e comércio exterior

Open FX permite que empresas façam operações de câmbio dentro de seus sistemas próprios de gestão
O Santander, que está há dez anos no topo do Ranking de Câmbio do Banco Central do Brasil, com cerca de 13% de participação de todo esse mercado, anunciou recentemente a aposta em uma nova frente tecnológica para alavancar os negócios. A Open FX oferece tecnologia inédita no setor bancário para empresas realizarem transações de câmbio, de forma 100% automatizada e passível de integração com sistemas próprios, eliminando ações manuais ou mesmo o acesso ao internet banking da instituição.
Trata-se de plataforma de comércio exterior baseada no conceito de Banking as a Service (BaaS), que vai viabilizar ao cliente PJ do Santander integrar todas as suas operações de câmbio – cotação de preços em tempo real, pagamentos e recebimentos do exterior, por exemplo – aos seus próprios sistemas, sites e aplicativos. A solução está disponível para qualquer PJ que tenha transações com o comércio exterior, tais como varejistas, operadoras de turismo, indústrias, techs, empresas de logística, dentre outras.

“Um dos ganhos mais imediatos é a possibilidade do cliente automatizar o serviço de câmbio, conectando diretamente seus sistemas aos do Banco, de acordo com a sua necessidade, saindo de modelos tradicionais de cotação em mesas ou internet banking”, explica Franco Fasoli, diretor de Empresas e Instituições do Santander.

Um exemplo prático, segundo Fasoli, é o de uma agência de viagem. “O cliente está pagando tudo em Real, mas a maior parte dos custos da viagem é em dólar. Neste caso, o processo de câmbio por trás passa a ser automatizado, no câmbio do momento, com uma negociação mais atualizada e possibilidade de preços mais atrativos para o consumidor, dado que tiramos a agência de viagem do risco de variação cambial ao longo do dia.”, explica.
Luiz Masagão, diretor de Tesouraria do Santander, ressalta que o diferencial da solução é oferecer maior autonomia e automatização no processo de cotação e liquidação das operações. “Com isso, geramos velocidade e redução de custos para os nossos clientes”, afirma o executivo.
Somente em 2023, clientes do Santander já movimentaram mais de R$ 4 bilhões em transações financeiras por meio do BaaS.

(Fonte: Assessoria de Imprensa)
O Banking as a Service será um dos temas em destaque durante o Fórum Bancos & Banking, que acontece no dia 25 de abril em São Paulo. Serão 9h de evento, com mais de 30 especialistas convidados para compartilhar suas expertises. PARTICIPE!

Compartilhe

Notícias relacionadas

TOP 6
Inteligência Artificial pode contribuir em até 5,4% do PIB da América Latina até 2030
Segundo relatório da Allianz Trade número fica atrás dos Estados Unidos e Canadá, que devem...
TOP 6
Valid lança primeiro cartão bancário 100% em braille no Brasil
Os cartões já estão disponíveis para os clientes do Banco do Brasil (BB); equipamento inédito...
TOP 6
Embratel amplia solução de conectividade via satélite para fornecer redundância
Serviço de Banda Larga via satélite proporciona uma camada adicional de backup à rede das...
TOP 6
Banco Central publica próximos passos da regulação de criptoativos
A infraestrutura criada para o Piloto com Tecnologia de Registro Distribuído (DLT) passará a testar...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top