Ripio segue em expansão na América Latina com novas parcerias

class=wp-image-17204/

por Ana Carolina Lahr

A empresa cripto líder na região, por meio de seus serviços B2B, fornece soluções para que usuários das duas empresas possam comprar e vender criptomoedas de forma simples e segura.

Rumo ao objetivo de permitir que cada vez mais pessoas possam fazer parte da nova economia digital e adquirir as principais criptomoedas do mercado como Bitcoin (BTC), Ether (ETH) e USD coin (USDC), a Ripio, pioneira do setor cripto na América Latina, anunciou essa semana duas novas parcerias, com o Mercado Pago Chile e com a FinZi, wallet digital colombiana. Por meio de uma integração, os usuários das duas fintechs poderão comprar e vender criptomoedas diretamente de seus aplicativos, sem necessidade de sair da plataforma.

 
“Em um contexto onde as parcerias comerciais e o desenvolvimento de serviços B2B confiáveis são parte fundamental da demanda de mercado, nos orgulhamos por seguir construindo junto ao Mercado Pago e somar novas startups parceiras como a FinZi, com uma proposta desenhada ad hoc e que nos permite continuar expandindo o segmento cripto para diversos públicos”, afirma Sebastián Serrano, CEO e co-fundador da Ripio.


A Ripio permite que outras empresas possam oferecer soluções baseadas em blockchain com segurança por meio da proposta cripto as a service, uma API de acesso que se adapta às necessidades de cada cliente. 

Os lançamentos no Chile e na Colômbia reforçam a vertical B2B da empresa e consolidam a Ripio como um parceiro tecnológico estratégico para empresas de todos os setores. No Brasil, com o objetivo de fidelizar os clientes brasileiros da gigante do e-commerce por meio de seu próprio token – Mercado Coin (MCN) – a parceria com o Mercado Livre foi anunciada no ano passado. Para isso, foi gerada uma integração entre as duas empresas, na qual a Ripio assumiu o papel de custodiante e exchange das operações de compra e venda de cripto na plataforma.  

“As integrações e soluções da Ripio para empresas compõem uma de nossas unidades de negócios com maior projeção para os próximos anos. Atualmente, estamos trabalhando com empresas de diferentes países da América Latina que desejam adicionar a compra e venda de criptomoedas à sua oferta de produtos, ou também lançar seu próprio token e que buscam se aproximar da tecnologia que abre as portas para o futuro das finanças”, conclui Sebastian Serrano.

A Ripio se concentra no desenvolvimento e fortalecimento da nova economia digital, oferecendo alternativas financeiras às soluções bancárias tradicionais e desde 2013 desenvolve produtos financeiros baseados na tecnologia Blockchain, tendo seu pioneirismo na região reconhecido pelo Fórum Econômico Mundial (WEF).

Compartilhe

Notícias relacionadas

TOP 6
CMN e BC aprovam medidas para amenizar os efeitos da calamidade pública no RS
O Banco Central monitorará continuamente o funcionamento da intermediação financeira na regiãoEm reunião extraordinária no...
TOP 6
Competição voltada às tecnologias para finanças sustentáveis abre inscrições
Quinta edição do G20 TechSprint foi lançada pelo Banco Central (BC) e o Centro de...
TOP 6
Celcoin adquire startup especializada em regulação bancária e fiscal
Reg+ representa a quarta aquisição em dois anos, e reforça o investimento da empresa em...
TOP 6
Programa Celular Seguro é desconhecido por 40% da população, aponta pesquisa
Levantamento encomendado pela Febraban mostra que 29% dos entrevistados não estão interessados na plataformaAté o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top