nota6

Quermesse digital e agência em container reforçam estratégias para inclusão financeira

Uma agência montada dentro de um container, onde todas as transações são feitas de forma eletrônica, além de uma quermesse na qual será proibido o uso de dinheiro em papel fazem parte das estratégias do Sicredi para promover a inclusão financeira, principalmente nos pequenos municípios do país. A revelação foi feita durante o painel ‘Novas Soluções e Tecnologias para Inclusão Financeira’ realizado ontem (13), no CIAB FEBRABAN.

O debate foi moderado pelo Diretor Executivo de Cartões e Meios de Pagamento da Caixa Econômica Federal, Marcio Vieira Recalde, e contou com a participação do Gestor de programas de Acesso a Serviços Financeiros do SEBRAE/SP, Douglas Eduardo Almeida, do Vice-presidente de desenvolvimento de novos negócios da Mastercard Brasil e Cone Sul, Paulo Frossard e do Diretor Executivo de Produtos e Negócios do Banco Cooperativo Sicredi, Cidmar Luís Stoffel.

Stoffel explicou que o container transformado em agência da instituição foi montado na cidade de Cafeara, no Paraná. Segundo ele, o posto de atendimento tem despertado tanto interesse que a instituição espera aumentar em cerca de 900 novos associados da instituição na cidade nos próximos meses.  A intenção do Sicredi com a iniciativa é proporcionar uma experiência digital às pessoas que, após romperem a barreira da primeira vez, se sentem estimuladas a continuar usando as ferramentas eletrônicas disponíveis no dia a dia.

“Para reforçar esta experiência, nós vamos fazer uma quermesse na cidade sendo que durante todo o dia em que estiver acontecendo o evento será proibida a utilização de dinheiro em papel. Para isso, estamos credenciando todos os estabelecimentos comerciais do município, vendendo cartões, distribuindo pré-pagos, pulseiras e fazendo tudo o que é preciso para que todos os moradores possam se sentir incluídos financeiramente pelo menos em um dia inteiro”, explicou.

Por sua vez Frossard chamou a atenção para o crescimento do uso de cartões pré-pago como porta de entrada para a inclusão financeira. “Este instrumento cresceu 70% no país em 2017 e, juntamente com os novos modelos diferenciados de adquirência formam duas fortes tendências em termos de inclusão financeira. “Hoje a MasterCard tem 19 parceiros emitindo os mais diferentes tipos de cartões pré-pagos no Brasil. A instituição tem como meta garantir o a inclusão financeira para mais de 500 milhões de pessoas ao redor do mundo até 2020”, disse.

Confirmando a eficácia dos cartões como indutores de benefícios, Douglas Eduardo Almeida revelou números de recente pesquisa do Sebrae junto a pequenas e microempresas. “Os números mostram que somente o início da aceitação de um instrumento como cartão produziu resultados positivos em todas as métricas das empresas. Reduziu a inadimplência, aumentou vendas, melhorou a satisfação dos clientes e uma série de outras situações”, disse

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top