nota3

Peixe Urbano anuncia wallet e revela lançamento da sua conta digital

Por Edilma Rodrigues

O Peixe Urbano, plataforma de ofertas locais, lança sua carteira digital: o Peixe Pay. Com a novidade, o consumidor consegue realizar pagamentos nos estabelecimentos credenciados, via QR code, usando apenas o celular. Ainda em fase de testes, o serviço está disponível no Rio de Janeiro e em Florianópolis. A expectativa da empresa é alcançar todo o país no começo do ano que vem. O Peixe Pay funciona como um recurso dentro do aplicativo do Peixe Urbano para o consumidor pagar o total da conta com o smartphone, mesmo que não tenha cupom para utilizar. Basta ter um cartão de crédito cadastrado. 

Ainda este ano, a empresa garante que a plataforma vai lançar o Peixe Pay como um app separado, mais completo e focado em benefícios. A partir daí, será ampliado para todas as cidades do Brasil e demais países da América Latina: Chile, Argentina, Colômbia, México e Peru. As próximas etapas do projeto incluem ampliar a solução para permitir pedidos antecipados (order ahead), take-out, conta integrada para pagamento instantâneo, divisão do valor entre duas ou mais pessoas que possuam cadastro e uso dos créditos das ações de cashback. A plataforma contará ainda com funcionalidades como conta digital e transferência entre usuários (modelo P2P), modelo de cash-in pré-pago, cartão de débito, pagamentos de contas, recarga de celular e até o cadastro de outras e-wallets como forma de pagamento.

O CEO da empresa e idealizador do projeto, Ilson Bressan, conta que a estratégia do Peixe Urbano ao entrar no universo das e-wallets é ser um solution provider de experiências em restaurantes e entretenimento. “O objetivo é aproximar os estabelecimentos dos consumidores de maneira personalizada e prática. 

A previsão é que, até 2020, o Peixe Pay chegue em todo o território nacional com a maioria das funcionalidades disponíveis, estabelecendo, segundo nota divulgada pela empresa, sua posição entre os superapps brasileiros. 

Como funciona

Atualmente, o consumidor já pode utilizar o Peixe Pay com ou sem um cupom na rede credenciada. O interessante é que, se ele tiver um cupom, a e-wallet simplifica o pagamento, integrando os valores do voucher e adicionais em um só lugar, também facilitando a vida do comerciante. O reconhecimento é feito por QR Code fixo ou dinâmico no estabelecimento comercial. No modelo fixo, o usuário lê o QR code do estabelecimento, digita o valor e finaliza o pagamento. No modelo dinâmico, o estabelecimento comercial gera o QR code, o app do usuário lê esse código e realiza o pagamento. A cobrança por ora é feita em um cartão de crédito cadastrado pelo consumidor no aplicativo. Há também a possibilidade de utilizar saldos de cashback disponíveis para o usuário.

Em estabelecimentos de alto tráfego, a empresa vai implantar o modelo Scan-Pay-Take-out (escaneia, paga, retira), com QR Code fixo e exclusivo para itens de maior venda do estabelecimento. Nele, o cliente faz o pedido e pagamento direto na carteira digital e retira imediatamente o produto, sem passar pela fila do caixa.

Com informações da assessoria de imprensa

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top