nota4

Parceria do Itaú com a USP cria Centro de IA para aprimorar serviços bancários

Por Edilma Rodrigues

O Itaú Unibanco e o Inova USP inauguram o Centro de Inteligência Artificial e Aprendizado de Máquina – CIAAM. O objetivo da parceria é unir educação e tecnologia para aprimorar os serviços bancários no Brasil, por meio do desenvolvimento de pesquisas de ponta e da capacitação de pessoas na área de ciência de dados e inteligência artificial.

Para celebrar a ocasião, o CIAMM, que fica na sede do Inova USP, na Cidade Universitária, recebeu, de 19 a 21 de março, o Encontro de Machine Learning, evento sobre inteligência artificial e aprendizado de máquina, organizado pelo professor do departamento de engenharia mecatrônica da Escola Politécnica da USP, Fábio Cozman.

A ação é parte do movimento do Itaú Unibanco de fomento ao desenvolvimento e à aplicação de novas tecnologias. A instituição, que também tem parceria com o MIT (Massachusetts Institute of Technology), recentemente se tornou apoiador do Centro de Ciências de Dados da USP, o C2D, inaugurado em novembro de 2018. “Entre as muitas linhas de pesquisa científicas dos laboratórios estão: aprendizado de máquina, inteligência artificial, arquitetura para big data, cloud computing, computação de alto desempenho, visualização de dados, blockchain, segurança, privacidade e confiabilidade de dados,” explica o comunicado da empresa.

Além disso, o banco criou o Programa de Bolsas Itaú (PBI), que patrocina bolsas de iniciação científica, mestrado, doutorado e pós-doutorado para apoio à pesquisa em ciência de dados, vinculadas ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica da Escola Politécnica da USP. “Elas são concedidas aos candidatos interessados por meio de um processo de qualificação próprio da universidade. Atualmente, o programa apoia 12 projetos de pesquisa, e um novo edital está previsto para o segundo semestre,” explica o comunicado à imprensa.

De acordo com o diretor do Itaú Unibanco, Estevão Lazanha, com essas parcerias, a instituição busca identificar novas maneiras de consumo, pesquisa e negócios, com a contribuição da academia para ter avanços contínuos na aplicação da tecnologia em suas atividades. “Além de auxiliar o campo científico por meio da geração de valor, contribuiremos para formar novos talentos”, explica Lazanha.

Com informações da assessoria de imprensa

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top