Crédito: canva

Open Finance passa a permitir transferências inteligentes

A agenda de evolução do ecossistema financeiro teve essa semana mais uma importante novidade: a chegada da funcionalidade de transferências inteligentes. A implementação entre as instituições financeiras teve início no dia 15. 
As transferências inteligentes são uma nova modalidade de pagamento e fazem parte da lista de novidades previstas na terceira fase do open finance, o sistema financeiro aberto. Inicialmente, as transferências inteligentes permitirão movimentações financeiras para a mesma titularidade/ CPF e seguirão as regras do pix, em relação a limites de valores e gratuidade, e do open finance em relação aos limites operacionais. A funcionalidade depende de um consentimento do usuário para compartilhar dados via open finance e outro para aderir ao novo recurso. 
Com as transferências inteligentes, será possível, por exemplo, criar uma regra para que sempre que sua conta A “entre no vermelho”, automaticamente a conta B ou C seja acionada para enviar o dinheiro para aquela conta que corre o risco de pagar juros. Uma outra possibilidade será criar uma regra para que sempre que uma conta fique sem movimentação por um determinado período, o dinheiro que estiver lá parado seja transferido para outra, mais usada, ou para uma aplicação automática que ofereça melhores retornos.
Embora a conclusão da implementação da função esteja prevista para 29 de abril, algumas instituições financeiras já estão completamente preparadas para oferecer o novo serviço. Esse é o caso do Mercado Pago, braço financeiro do Mercado Livre, que informou logo no início da semana que sua estrutura estava pronta para fazer parte do ecossistema que viabiliza o fluxo de transferências inteligentes, conforme requerido pelo Banco Central, aos participantes do Open Finance. “Estamos empenhados e já realizamos os primeiros testes com outras instituições participantes para garantirmos nesta primeira fase uma boa experiência aos usuários”, afirma Patrícia Leal, head de inovação em pagamentos do Mercado Pago. “Este primeiro momento será de grande aprendizado para todos os participantes do ecossistema e será necessário ajustarmos os fluxos rapidamente, garantindo uma boa experiência aos usuários para que possam rapidamente entender as vantagens dessa funcionalidade”, complementa.
Além das transferências inteligentes, entraram em vigor outras funcionalidades do open finance essa semana: novos consentimentos com prazo indeterminado, troca de dados de operações de câmbio, agendamentos recorrentes via Pix e uma melhoria nos perfis de segurança que trará mais eficiência ao ecossistema. 

(Fonte: Valor Investe e Assessoria de imprensa)

Compartilhe

Notícias relacionadas

TOP 6
Inteligência Artificial pode contribuir em até 5,4% do PIB da América Latina até 2030
Segundo relatório da Allianz Trade número fica atrás dos Estados Unidos e Canadá, que devem...
TOP 6
Valid lança primeiro cartão bancário 100% em braille no Brasil
Os cartões já estão disponíveis para os clientes do Banco do Brasil (BB); equipamento inédito...
TOP 6
Embratel amplia solução de conectividade via satélite para fornecer redundância
Serviço de Banda Larga via satélite proporciona uma camada adicional de backup à rede das...
TOP 6
Banco Central publica próximos passos da regulação de criptoativos
A infraestrutura criada para o Piloto com Tecnologia de Registro Distribuído (DLT) passará a testar...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top