O papel da tecnologia nas finanças sustentáveis

por Maurício Augusta, 7COMm
No cenário contemporâneo, a interseção entre finanças e sustentabilidade emergiu como um ponto crucial para a construção de um futuro mais equilibrado e resiliente. O conceito de Finanças Sustentáveis, que incorpora considerações ambientais, sociais e de governança (ESG) em decisões financeiras, tem ganhado destaque em meio a uma crescente conscientização sobre os impactos das atividades econômicas no planeta e na sociedade. Nesse contexto, a tecnologia surge como uma ferramenta poderosa para impulsionar essa transformação, com o blockchain emergindo como uma solução inovadora e promissora.
Empresas e investidores estão cada vez mais reconhecendo que práticas sustentáveis não são apenas moralmente corretas, mas também economicamente vantajosas. Investimentos em empresas com sólidas práticas ESG têm demonstrado ser mais resilientes a riscos e volatilidades de mercado e oferecem retornos consistentes e sustentáveis.
Ferramentas como inteligência artificial, big data e análise de dados permitem uma avaliação mais precisa dos riscos e oportunidades associados a fatores ESG. Além disso, a automação de processos financeiros pode aumentar a eficiência e reduzir os custos, facilitando a adoção de práticas sustentáveis.
A mineração de criptomoedas, embora seja um componente essencial do processo de validação de transações no blockchain, é frequentemente criticada por seu alto consumo de energia e produção de lixo eletrônico. No entanto, alternativas como a Prova de Confiança (Proof of Stake) reduzem o consumo de energia e o desperdício eletrônico em algumas criptomoedas.
Além disso, o potencial do blockchain para promover a sustentabilidade vai além da questão da mineração. O blockchain oferece uma série de benefícios que podem contribuir para a sustentabilidade em diversos setores. Por exemplo, empresas estão utilizando o blockchain para implementar sistemas de rastreabilidade que monitoram o desempenho socioambiental de fornecedores, promovendo uma cadeia de suprimentos mais ética e sustentável. Outra aplicação promissora é a utilização do blockchain para rastrear e certificar a correta remoção e reciclagem de resíduos.
Além dos benefícios ambientais, o blockchain também oferece vantagens em termos de privacidade e segurança de dados. Ao armazenar dados de forma descentralizada e criptografada, o blockchain garante a segurança e a privacidade dos dados dos usuários, alinhando-se com os princípios da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) brasileira. Essa abordagem contribui para uma gestão mais responsável e transparente das informações, fortalece a confiança dos usuários e promove uma cultura de proteção de dados.
Pensando nas questões de sustentabilidade ambiental e financeira, a 7COMm, como pioneira no desenvolvimento de soluções utilizando blockchain, auxilia empresas de diversos segmentos a viabilizar o uso desta tecnologia.
Dentre as diversas tecnologias disponíveis, o blockchain tem se destacado como uma solução promissora para impulsionar a sustentabilidade nas finanças. O blockchain, essencialmente um registro digital descentralizado e imutável, oferece uma série de benefícios que podem contribuir significativamente para a promoção de práticas financeiras sustentáveis.
Uma das características mais marcantes do blockchain é sua capacidade de fornecer transparência e rastreabilidade em transações financeiras. Com registros imutáveis e acessíveis publicamente, o blockchain pode aumentar a confiança e a integridade dos mercados financeiros, reduzindo o risco de fraudes e corrupção.
O blockchain também pode facilitar o financiamento de projetos sustentáveis, fornecendo uma plataforma para transações transparentes e eficientes. Por meio de contratos inteligentes, é possível automatizar processos de financiamento e garantir que os recursos sejam direcionados para iniciativas que atendam a critérios específicos de sustentabilidade.
Além disso, o blockchain pode melhorar a governança corporativa e a participação dos stakeholders. Ao permitir o voto eletrônico e a tomada de decisões descentralizada; o blockchain pode promover uma maior responsabilidade das empresas perante seus acionistas e a sociedade em geral. Isso cria um ambiente mais democrático e transparente, onde as partes interessadas têm uma voz ativa nas políticas e práticas das empresas.
À medida que as preocupações com sustentabilidade e responsabilidade social continuam a moldar o cenário financeiro global, é crucial reconhecer o papel transformador que a tecnologia, especialmente o blockchain, desempenha nesse contexto. O blockchain oferece um conjunto único de recursos que podem ajudar a moldar o futuro das finanças sustentáveis, além de promover uma economia mais justa, inclusiva e ambientalmente responsável.

Compartilhe

Notícias relacionadas

Ponto de vista
O mundo está mudando e o Real também
Por Patricio Santelices, CEO da TecBanO Plano Real está caminhando para completar 30 anos e...
Ponto de vista
Revolução no setor financeiro alcança obrigações legais
Por Marcelo França, CEO da CelcoinNos últimos anos, o setor financeiro brasileiro tem passado por...
Exclusiva
IA generativa mantém Topaz na vanguarda e impulsiona abertura de capital
Em entrevista exclusiva, CEO Jorge Iglesias falou sobre a rápida evolução da tecnologia na empresa...
Exclusiva
Novas normas trazem ESG à contabilidade do ecossistema financeiro
Regulação define critérios para medição de riscos ambientais e sociais nas carteiras de crédito e...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top