nota3

Número de fintechs cresce 22,5% no primeiro semestre

Por Edilma Rodrigues

O FintechLab divulgou esta semana seu já tradicional levantamento sobre as fintechs em operação no Brasil, o Radar FintechLab, que identificou, no primeiro semestre de 2018, 442 startups financeiras e de plataformas dedicadas à eficiência do setor. O número é 22,5% superior às 369 mapeadas no fim do ano passado. O Radar revela ainda que em termos de crescimentos percentuais, os primeiros colocados em aumento de empresas foram: criptomoedas, com 86%, que passaram de 15 para 28 iniciativas; câmbio e remessas, com incremento de 55%, de 9 para 14 empresas e de seguros, que de 27 foram para 37 startups, 33% mais projetos que no mapeamento anterior.

O aumento de iniciativas em categorias menos exploradas até pouco tempo, de acordo com o cofundador do FintechLab, Marcelo Bradaschia, demonstra a percepção dos empreendedores sobre a maior amplitude das oportunidades no segmento. “A gama de serviços realizados pelo setor financeiro é gigantesca e a tecnologia pode ajudar a solucionar muitas dores dos consumidores. O número crescente de projetos em setores considerados menos tradicionais pelas fintechs é um forte indício de que o mercado está encontrando essas oportunidades”, assinala.

Em termos de número absoluto de operações em funcionamento, o segmento de pagamentos continua na liderança isolada, com 105 fintechs. “Esta categoria ganhou 15 novas empresas entre dezembro de 2017 e julho de 2018. E representa 26% do total das fintechs brasileiras,” informa o FintechLab. As iniciativas voltadas à gestão financeira e de empréstimos possuem 70 companhias cada e são responsáveis individualmente por 17% do total.

O também cofundador do FintechLab, Fábio Gonsalez ressalta a manutenção do ritmo forte de crescimento do ecossistema brasileiro apesar da já esperada seleção natural. Segundo ele, o Radar FintechLab detectou a eliminação de 23 iniciativas que deixaram de existir desde a última edição do estudo no final do ano passado. Em contrapartida, foi identificada a entrada de 94 novos empreendimentos no período. “Estes números mostram que apesar do amadurecimento, que naturalmente provoca incorporações e eliminações de alguns competidores, o ecossistema brasileiro continua aquecido e assegurando uma tendência clara de crescimento quantitativo e qualitativo para os próximos anos”, conclui.

Fonte: FintechLab

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top