Novas criptomoedas diversificam carteira de ativos digitais da Mynt

Ethereum Name Service (ENS), Illuvium (ILV) e Theter USD (USDT) já estão disponíveis para negociações pelo app

Desde quarta-feira (5), os clientes da Mynt, plataforma de investimentos em criptoativos do BTG Pactual, passaram a contar com mais três opções de criptos para diversificar sua carteira de ativos digitais. Ethereum Name Service (ENS), Illuvium (ILV) e Theter USD (USDT) já estão disponíveis para negociações pelo app e os aportes partem de 100 reais. Com a BTG Dol, stablecoin própria do BTG, a Mynt chega a 31 criptomoedas no portfólio.
“Seguimos com nosso compromisso de inovar sempre e diversificar nossa oferta para que a decisão sobre o investimento mais adequado fique a critério de nosso cliente, de acordo com seu conhecimento de mercado e das novas tecnologias em ativos digitais, seu perfil de risco e objetivos de investimento”, diz André Portilho, head de Digital Assets do BTG Pactual.
Entre as novas criptos está o Ethereum Name Services (ENS), uma plataforma que permite aos usuários registrar nomes de domínio personalizados no blockchain Ethereum. Com a ENS, as pessoas podem ter endereços de carteira e sites mais fáceis de lembrar e compartilhar, eliminando a necessidade de longas sequências de caracteres. Além disso, a ENS oferece recursos avançados, como subdomínios e resolução de nomes em diferentes blockchains. Com o rápido crescimento do ecossistema Ethereum, o ENS está se tornando cada vez mais popular e tem o potencial de transformar a forma como interagimos com a internet.
Já a criptomoeda Illuvium (ILV) é uma grande inovação no universo dos games. Com seu sistema de recompensas baseado em jogos e sua abordagem única para a criação de valor, o ILV promete oferecer aos investidores uma oportunidade de lucrar enquanto se divertem. Seu crescimento rápido e a crescente comunidade de entusiastas são sinais promissores para o futuro dessa criptomoeda.
Enquanto isso, o Theter USD (USDT) é um dos principais tokens de crypto, com maior liquidez de negociação e umas das maiores capitalizações do mercado e presente em todas as principais redes de blockchain. Com sua paridade com o dólar americano, o USDT é uma boa alternativa para iniciar transações digitais. A inclusão da USDT na Mynt permite aos clientes usar a plataforma como on/off-ramp, ou seja, comprar cripto: transformar sua moeda real em digital, e sacar: transformar suas criptos em moedas fiduciárias, como dólares ou reais, por exemplo.
(Fonte: Assessoria de imprensa)

Compartilhe

Notícias relacionadas

TOP 6
Inteligência Artificial pode contribuir em até 5,4% do PIB da América Latina até 2030
Segundo relatório da Allianz Trade número fica atrás dos Estados Unidos e Canadá, que devem...
TOP 6
Valid lança primeiro cartão bancário 100% em braille no Brasil
Os cartões já estão disponíveis para os clientes do Banco do Brasil (BB); equipamento inédito...
TOP 6
Embratel amplia solução de conectividade via satélite para fornecer redundância
Serviço de Banda Larga via satélite proporciona uma camada adicional de backup à rede das...
TOP 6
Banco Central publica próximos passos da regulação de criptoativos
A infraestrutura criada para o Piloto com Tecnologia de Registro Distribuído (DLT) passará a testar...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top