nota5

LatAm Startups busca o próximo grande negócio da América Latina

A LatAm Startups, fundada em 2014 e sediada em Toronto, recebe designação oficial que a reconhece como organização com visto aprovado pelo governo federal em Ottawa.

Em 2014, quando Miryam Lazarte transformou em realidade o conceito de uma aceleradora canadense para empresas emergentes da América Latina, quase não havia volume de negócios entre o País e a região quando se tratava de investimentos-anjo, capital de risco e colaboração transfronteiriça para startups.

A área geográfica entre o México e a Patagônia era, em muitos aspectos, ainda altamente mal compreendida, e mesmo que algumas das principais vozes econômicas a reconhecessem como detentora de potencial significativo e como mercado em expansão para o futuro, muitos fatos dissuadiram se ter uma penetração da comunidade empresarial de forma mais ampla: taxas de adoção de tecnologia digital mais baixas, lacuna de riqueza significativa que restringia o poder de compra para a maioria da população e, em vários casos, questões políticas e sociais complexas que tornaram a navegação no ambiente comercial geral desafiadora.

Isso, no entanto, estava prestes a mudar

Ponte entre startups do Canadá e da América Latina

“Começamos a notar um aumento gradual em muitos indicadores que nos mostraram que havia algo, na verdade, se formando na colaboração entre o Canadá e a América Latina: mais investimentos, fusões e aquisições e, é claro, um conjunto maior de talentos procurando mudar para um ecossistema onde eles poderiam explorar completamente o potencial de suas ideias de negócios,” explica Miryam, cofundadora e atual CEO do LatAm Startups Hub em Toronto, que conversou com a Lattin Magazine sobre a incubadora e a aceleradora que, em seu núcleo, tem a missão de ajudar startups a escalar.

Para Miryam, ficou claro que havia uma potente mistura acontecendo ao sul do continente, e que as questões apontadas por especialistas como negociadores, na verdade, tornavam a região madura para a inovação e, consequentemente, para o desenvolvimento de uma classe criativa que geraria soluções inovadoras que poderiam ser transformadas em empresas de alto crescimento.

Cenário de startups de Toronto está em seu momento

Se esse era o caso, então, também estava claro que haveria a necessidade de esses empreendimentos escalarem em algum momento globalmente, e para isso, precisariam estar bem enraizados em um mercado que por si só era mais global. Toronto, um dos lugares mais multiculturais do mundo e lar de importantes centros de inovação como o MaRS Discovery District e laboratórios patrocinados pela CISCO, Scotiabank e Johnson & Johnson, entre outros, provou ser este mercado.

Encontrar a base certa de onde começar a expansão global resolveu a primeira parte da equação, mas como poderia um investidor, um fornecedor, um cliente ou qualquer outro membro do circuito de stakeholders distinguir entre essas startups promissoras, quais eram verdadeiramente capazes de se tornar empresas globais e estabelecidas?

Com a LatAm Startups, Miryam Lazarte entrou em cena para preencher esse papel. “Nosso objetivo é ser uma ponte entre o Canadá e a América Latina, para conectar e melhorar a cooperação, mas também um filtro que ajuda a detectar quais startups têm as principais competências e a equipe certa para escalar e, então, ajudá-las a ampliar globalmente tendo Toronto como base.”

Essa missão, por mais assustadora que possa parecer, tornou-se a plataforma de lançamento do que agora é uma organização premiada e reconhecida quando se trata de realizações empreendedoras no Canadá e na América Latina. Em um campo de ação em que muitos dos programas no mercado podem ser duvidosos e dissimulados, os bootcamps da LatAm Startups se posicionaram como uma alternativa confiável para aqueles que estão genuinamente buscando a oportunidade de expandir o escopo de suas operações comerciais.

Ser pioneiro não é fácil. Mas frequentemente são os pioneiros que obtêm os melhores resultados

Quando se trata de liderar investimentos do Canadá na região da América Latina, entre esses pioneiros também encontramos a Randy Thompson, que atua como presidente e CEO da Valhalla Private Capital e em 2018 foi concedida a honra de ser nomeado como o Canadian Angel of the Year, distinção concedida pela NACO – National Angel Capital Organization.

Thompson, que foi um dos primeiros investidores-anjo a operar na América Latina supervisionando um portfólio de joint-ventures no México, juntamente com outras figuras importantes dos ecossistemas de tecnologia, inovação e capital de risco da América Latina, como Liliana Reyes , CEO da AMEXCAP (Associação Mexicana de Private Equity), e Ozan Izinak, da renomada rede de investidores Keiretsu Forum, farão parte da excepcional programação de palestrantes na LatAm Startups Conference 6.0, que acontece na cidade de Toronto em 16 de maio de 2019.

LatAm Startups Conference 6.0 está chegando a Toronto

O fórum, que foi introduzido recentemente ao público pela equipe da LatAm Startups, apresenta-se como um dos feitos mais desafiadores que a organização se propôs superar este ano.

Planejamos o crescimento do evento de 200 a 250 participantes para mais de 600, explica Miryam Lazarte, que também menciona que este ano, a cúpula terá uma variedade mais ampla de países destacados como painelistas e palestrantes principais. “Além de países como México e Chile, também teremos a participação de nações como Colômbia, Peru e Uruguai, além do Brasil. Isso tornará a conferência mais diversificada e atraente para os participantes que desejam aprender sobre todos os diferentes ecossistemas de inovação que coexistem na América Latina e realmente compreendê-los.”

O LatAm Startups 6.0 também conta com sessões de discussão focadas em tópicos de tendências estratégicas, como mercados criativos e tecnologias financeiras (fintech). Miryam continua confiante de que, se alcançada, a conclusão bem-sucedida do evento representará um passo significativo em direção à consolidação da organização, principalmente após um sólido 2018, que foi o ano mais frutífero até o momento.

“Em 2018 abrimos nosso escritório em Nova York, que por sua vez nos ajudou a organizar um programa de treinamento, e também selamos uma importante parceria com a cidade de Toronto, o que significa que eles reconheceram nossa competência e autoridade no processo de seleção de empreendedores talentosos para realocar no Canadá ”, afirma Miryam, que também enfatiza que, além dessas conquistas, a LatAm Startups participou do processo de escalar as operações de 34 empresas que vinham de toda a América Latina.

Uma nova organização com visto de aprovação de startups

Destas empresas, três já têm faturamento superior a US $ 1 milhão: Aiontech, fintech fundada por Victor Salinas e criadora de soluções simplificadas como a EasyTransfer, sistema projetado para facilitar o processo de transferência de dinheiro para estudantes no exterior; SISAT, empresa focada em software relacionado à otimização da logística, e MagmaLabs, consultoria de comércio eletrônico e software. Além disso, o portfólio do LatAm Hub inclui outras empresas elogiadas, como a Inkspired, plataforma de engajamento para escritores e contadores de histórias; o ClickSitter, aplicativo projetado para conectar pais a babás e o Nautilus Innovation Lab, venture social que desenvolve produtos sustentáveis que provê soluções ambientalmente amigáveis para combater as alterações climáticas.

O impacto gerado, ao escalar essas empresas, torna-se mais importante se considerarmos que a LatAm Startups acaba de divulgar sua mais recente conquista, que é receber a designação oficial que a reconhece como organização de startups com visto de aprovação do governo federal em Ottawa. “Estamos muito empolgados em oferecer às startups qualificadas e de alto crescimento um caminho mais fácil para a residência permanente no Canadá,” afirma Miryam Lazarte, que também menciona que “o programa de visto de startups oferece ao Canadá a vantagem competitiva necessária para atrair startups que procuram uma alternativa ao Vale do Silício.”

O próximo grande negócio será da América Latina? Miryam Lazarte e a equipe do LatAm Startups certamente apostam nisso.

Fonte: Lattin Magazine

Tradução e adaptação: Edilma Rodrigues

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top