nota1

Mudanças à vista! Deloitte rastreia certificados de navios com blockchain

Para registrar os certificados de inspeção de navios, plataformas de petróleo e similares, em um ledger (livro contábil) privado e compartilhado, o laboratório de blockchain da Deloitte, consultoria para a Europa, Oriente Médio e África, recentemente se associou à DNV GL, uma das maiores sociedades de classificação do mundo.

Essas empresas atestam que navios e estruturas offshore cumpram padrões aceitáveis de segurança e impacto ambiental. Porém, os certificados que emitem podem ser forjados, prejudicando a confiança no sistema. Além disso, verificar se um certificado é real é um processo lento e incômodo.

A Deloitte e a DNV GL, sediada na Noruega, veem a tecnologia blockchain como a resposta a ambos os problemas, na medida em que cria uma identificação digital de cada certificado que é armazenado e acessado em uma blockchain privada. A abordagem descentralizada é vista como uma forma de desencorajar a fraude ou de adulterar os documentos. A líder de blockchain para EMEA da Deloitte, A Lory Kehoe, explica que, em vez de um registro ser mantido em um servidor, é mantido em muitos.

Transformação digital

O sistema para emissão de certificações existente precisava de transformação digital, afirma Kehoe. Algumas partes eram manuais, outras, não eram exatamente digitais, acrescenta.

O diretor de transformação digital global da DNV GL (que se formou a partir de uma fusão entre a DNV e a alemã GL, em 2013), Renato Grottola, explica que um dos problemas desse sistema legado é que os usuários precisavam ir ao site de uma empresa ou enviar um e-mail para verificar a autenticidade do certificado, o que pode ser feito instantaneamente com a blockchain. “Qualquer pessoa pode, ao digitalizar o código QR no certificado, verificar a validade e os dados. Com a conexão one-to-one entre o certificado e a blockchain, a verificação é instantânea e fácil de ser feita com um dispositivo móvel. Como os dados estão armazenados e atualizados na blockchain, rapidamente se verifica se um certificado é autêntico ou não,” assinala Grottola.

A solução foi oficialmente implantada em 23 de setembro, com 90.000 certificados, que estão atualmente na blockchain privada. “Ainda é cedo, mas os feedbacks recebidos até agora foram positivos, comenta Grottola.

Fonte: CoinDesk

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top