Moeda digital Monero, alternativa ao Bitcoin, é alvo de hackers que faturam com mineração fraudulenta

Informações divulgadas ontem (14) pela coluna Segurança Digital, do portal G1,afirmam que criminosos conseguiram criar um vírus e realizar de forma fraudulenta a mineração da moeda digital Monero. A notícia teria sido passada pelo pesquisador de segurança Attila Marosi, da fabricante de antivírus Sophos. Segundo ele, os fraudadores teriam faturado aproximadamente 76 mil euros (cerca de R$ 280 mil).

Do mesmo modo que outras moedas criptográficas como Bitcoin e Dogecoin, a Monero  permite que usuários colaborem com a rede e sejam, em certas circunstâncias, recompensados com moedas. O ataque sofrido pelo sistema foi baseado no desenvolvimento de um virus que copia a si mesmo para dispositivos que estão com pastas de FTP na internet que estejam sem senha ou com senha fraca. Quando o vírus é executado, ele passa a fazer uso do poder de processamento da máquina da vítima para minerar a moeda digital.

Segundo o G1, criminosos utilizaram diversas pragas para minerar a moeda Bitcoin usando computadores de vítimas, mas o retorno com essa atividade caiu muito com o crescimento da dificuldade para se minerar bitcoins. Porém, como a Monero é nova – ela foi criada em 2014, enquanto o Bitcoin existe desde 2009 -, ela não precisa de capacidade de processamento tão grande quanto o Bitcoin para que se consiga boas chances de receber moedas.

Por isso, apesar dos hackers não terem infectado tantos computadores, eles ainda conseguiram moedas Monero suficientes para faturar R$ 280 mil, sem precisar adquirir equipamento de processamento ou pagar energia elétrica.

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top