nota4

Microsoft patrocina Blockchain View

A Microsoft, uma das principais empresas mundiais com desenvolvimento em blockchain, acaba de fechar cota de patrocínio master com o principal evento sobre o tema, o Blockchain View, que acontece em 19 de outubro, em São Paulo. O especialista em Blockchain na Microsoft Brasil, Gustavo Paro, explica que a empresa enxerga a blockchain como uma importante peça na transformação digital da companhia, assim como computação em nuvem, inteligência artificial, sistemas cognitivos, internet das coisas, big data, dentre outros. “Decidimos patrocinar o evento com o objetivo de instigar a discussão sobre as últimas práticas em blockchain, entre diferentes empresas, gerando debates interessantes e compartilhamento de experiências. Acreditamos que essa é uma forma inteligente de colaborar para o crescimento do setor,” explica Paro.

A Microsoft foi pioneira entre as grandes empresas em aceitar bitcoin como forma de pagamento para compra de jogos no Xbox Live, em dezembro de 2014. Desde então, a companhia vem estudando e investindo na disponibilização de ambientes, metodologias de desenvolvimento e soluções, e serviços em blockchain, a tecnologia por trás do bitcoin. Em novembro de 2015, anunciou sua plataforma de blockchain como Serviços no Azure (BaaS), nuvem pública da empresa, para ser um facilitador entre os provedores de soluções em blockchain e o mercado. A plataforma permite expor produtos e soluções e, por outro lado, que as empresas e entusiastas consigam de forma rápida e segura testar cenários de negócio. “Este movimento tem sido liderado pela indústria de serviços financeiros,”, comenta Paro.

A importância do fomento ao conhecimento é primordial: “um dos maiores ofensores para uma adoção não apenas no Brasil, mas globalmente, é o nível de conhecimento e maturidade, e pelo fato de que além do bitcoin, ainda não existe nenhum outro blockchain em produção”.

O ambiente blockchain como Serviço (BaaS) da Microsoft permite que empresas públicas ou privadas, de qualquer setor, criem, no Azure, seu próprio laboratório de testes em blockchain. Atualmente, a empresa já vem trabalhando em iniciativas na área, como o projeto de Emissão de Carta de Crédito para os processos de câmbio que conecta a tesouraria da empresa com o Bank of America Merrill Lynch; um piloto na redução de tempo para conciliar disponibilidade de quartos de hotéis na empresa australiana Webjet Limited; e uma parceria com a Mojix, empresa de RFid, que desenvolve com a Microsoft um conjunto de tecnologias de blockchain para Internet das Coisas (IoT).

A Microsoft participou da criação do Ethereum como Serviço (ETHaaS), um protocolo aberto de blockchain na nuvem Azure utilizado para a criação de Smart Contracts. O consórcio R3, por sua vez, utiliza a plataforma de nuvem Microsoft para acelerar o uso do blockchain privado para diminuir a complexidade e o custo das transações financeiras entre países. Recentemente, a Microsoft também anunciou o Projeto Bletchley, que visa acelerar a adoção de blockchain.

Em fevereiro deste ano, a Microsoft se associou ao consórcio Enterprise Ethereum Alliance (EEA), como um dos 30 membros fundadores, junto com outros gigantes das indústrias de tecnologia, consultoria, finanças e algumas fintechs. O EEA utiliza como protocolo padrão o Quorum, versão corporativa do Ethereum desenvolvida pelo JP Morgan para endereçar demandas específicas, como privacidade de dados e volume de transações por segundo. O EEA teve a adesão de 86 novos membros desde sua criação.

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top