Crédito: canva.com

Metade dos brasileiros não investe; 68% dos que investem aplicam na poupança

População que investe em produtos financeiros como títulos, ações e moedas não passa dos 5%, segundo 7ª edição do Raio X do Investidor, da Anbima
Os brasileiros que investem em produtos financeiros eram 37% da população em 2023, segundo a 7ª edição do Raio X do Investidor, produzida pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitail (Anbima) em parceria com o DataFolha, e divulgado na semana passada. O percentual é estável em relação a 2022, quando 36% da população investia.
As classes A e B têm um percentual maior de investidores (55%), que equilibra com o percentual das classes D e E, que têm a menor quantidade de investidores (20%), enquanto a classe C se mantém no nível da população como um todo (38%).
O relatório mostra que segurança e retorno financeiro são as principais vantagens vistas pelos brasileiros na hora de investir. Entretanto, as respostas contrastam com as desvantagens citadas pelos entrevistados: baixo retorno com o investimento e resgate depois de um longo período.

Em que os brasileiros investem

A caderneta de poupança continua sendo o principal investimento do brasileiro. Em 2023, 25% da população total investia no instrumento. Considerando apenas a população investidora, esse percentual é de 68%. Em ambos os casos houve um recuo no percentual entre 2022 e 2023. O total da população diminuiu em 1 ponto percentual, enquanto entre os investidores caiu 4 p.p.
Nenhum outro instrumento financeiro chega perto da adesão da poupança.
Os motivos para se investir, segundo a edição mais recente do Raio-X do investidor são: (33%) comprar um imóvel, (20%) manter aplicado, (10%) fazer uma viagem, (10%) comprar um carro e (9%) aposentadoria.
A pesquisa projeta um retrato otimista para 2024, no qual aproximadamente 13% da população que não investe têm a intenção de começar a investir ou de migrar suas economias para produtos financeiros, ante 13 milhões de investidores que pretendem abandonar seus produtos financeiros ou parar de investir neste ano.
O saldo líquido é de oito milhões de novos investidores em 2024, passando de um percentual de 37%, em 2023, para 41%, conforme noticiou o site Infomoney.  

(Fonte: Infomoney) 

Compartilhe

Notícias relacionadas

TOP 6
Inteligência Artificial pode contribuir em até 5,4% do PIB da América Latina até 2030
Segundo relatório da Allianz Trade número fica atrás dos Estados Unidos e Canadá, que devem...
TOP 6
Valid lança primeiro cartão bancário 100% em braille no Brasil
Os cartões já estão disponíveis para os clientes do Banco do Brasil (BB); equipamento inédito...
TOP 6
Embratel amplia solução de conectividade via satélite para fornecer redundância
Serviço de Banda Larga via satélite proporciona uma camada adicional de backup à rede das...
TOP 6
Banco Central publica próximos passos da regulação de criptoativos
A infraestrutura criada para o Piloto com Tecnologia de Registro Distribuído (DLT) passará a testar...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top