Mesmo sob desconfiança do consumidor e com a crise econômica, Black Friday deve crescer acima de 10% em 2015

A Busca Descontos, empresa organizadora da Black Friday no Brasil estima que o evento, que tem amanhã (27/11) como data base deverá produzir um aumento de mais de 10% de faturamento em relação a 2014. A expectativa é que seja acumulado um volume de, aproximadamente, R$ 978 milhões ante a R$ 872 milhões, em 2014 que confirma o crescimento da importância da iniciativa para o calendário do varejo já que a edição do ano passado já havia registrado um ganho de 50% dobre 2013.

Segundo levantamento realizado em outubro pela ClearSale, empresa especializada em soluções antifraude para diversos segmentos do mercado, a Black Friday deve corresponder a 21% do total de vendas do Natal, isto é; o período que compreende 20 de novembro a 20 de dezembro.

Ainda de acordo com a estimativa, o percentual é maior do que nos últimos dois anos, quando chegou a 19% (2014) e 16% (2013). “O hábito de antecipar as compras de Natal não é de hoje. Porém, anualmente, mais consumidores aderem à estratégia. Em 2015, com o cenário econômico instável, a tendência é aproveitar ainda mais a Black Friday”, explica Omar Jarouche, Gerente de Inteligência Estatística da ClearSale.

Apesar dos dados positivos, há quem diga que este ano será a última chance da mega liquidação com os consumidores do Brasil. Isto porque nas últimas edições ela não trouxe as promoções e descontos esperados pelos consumidores.  A pesquisa “Black Friday 2015”, realizada pela Officina Sophia Retail, empresa especializada em varejo, revelou que o número de consumidores com expectativa de 70% ou mais de desconto no valor do produto diminuiu de 46%, em 2014, para 35% neste ano. Também caiu a estimativa de valor do tíquete médio, que era de R$ 800 no ano passado, com projeção de R$ 760 para a Black Friday de 2015.

Os brasileiros estão menos otimistas com relação aos descontos e, consequentemente, mais preparados para eventuais armadilhas. No total, 65% afirmam que estão pesquisando os preços dos produtos desejados vários dias antes da data. Além disso, 52% compararão os preços anunciados na Black Friday nos sites de várias lojas.

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top