nota2

Mamães tecnológicas. Por que não?

Por Ariane Pelicioli*

O dia das mães está se aproximando e junto com ele muitos sentimentos e vontades se misturam. De um lado, temos os filhos, cônjuges, familiares, querendo estar perto das mães nesse domingo tão especial, participar daquele almoço ou jantar em família, presentear com uma linda flor, ou algo que a mamãe tanto espera. De outro lado, temos as mães, querendo reunir toda a família e ter todos por perto. Afinal, para ela é um dia mais que especial.

Quando falamos em mãe, lembramos de tudo que ela faz por seus filhos, por sua família, por tantas e tantas vezes em que ela mesma deixa

de ser a prioridade para que os seus possam ser. Prioridades em tudo, e isso

esbarra muitas vezes com todas as outras tarefas em que as elas precisam desenvolver como profissionais, por exemplo, e é aí que entra a dupla, tripla jornada de trabalho. Sim, pois além de sua vida profissional, uma mãe dedica muito do seu tempo para cuidar dos seus filhos, da sua casa, da sua família.

Nasci em uma cidade no interior do Rio Grande do Sul, e mesmo ainda não sendo mãe, acompanhei por toda a minha infância, a minha mãe se dividindo em várias para trabalhar em seu comércio local, cuidar da casa, cuidar da família, e posso afirmar, que bravura, que garra, que força cada mulher precisa ter dentro de si para dar conta de tudo que a sociedade lhe impõe como dever.

E além de todas as tarefas e cuidados cotidianos, boa parte da divisão das tarefas financeiras fica a cargo das mulheres (pelo menos na minha casa é assim) e é preciso realizar uma boa administração, ter um bom controle, saber gerenciar bem, às vezes trabalhar com a redução de custos e a programação para os próximos gastos.

Mas ainda bem que muitas tecnologias têm surgido no mercado financeiro para facilitar não só a vida das mulheres, mas de todos! Praticamente já é possível realizar todas as tarefas financeiras de forma on-line, reduzindo muito o tempo de cada uma delas, facilitando o gerenciamento e oportunizando novas possibilidades, tanto para melhorar as finanças, quanto para aproveitar mais tempo com outras coisas mais importantes.

Mas, para muitas mães, essas tecnologias são algo muito novo, como para a minha, por exemplo. Ainda temos muitas mães que não conhecem a maioria dessas ferramentas ou nunca as utilizaram. E é isso que eu considero um bom presente de dia das mães: informar sobre as inúmeras possibilidades que já existem no mercado para facilitar todas as tarefas do dia a dia, e é claro, o gerenciamento financeiro. Esse vai ser um dos meus presentes de dia das mães!

Para aquelas que já conhecem e utilizam, é um bom indício de que já podem aproveitar o seu dia ao lado da família, sem se preocupar com suas finanças! E que coisa boa isso!

* Ariane Pelicioli é fundadora e CEO do Boletão, fintech formada somente por mulheres que oferece app com solução de crédito para pagamento de boletos que agrega todos os boletos em um só e em uma única data, mensalmente.

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top