Magalu Pay ultrapassa 1 milhão de contas

Magalu Pay ultrapassa 1 milhão de contas

Por Edilma Rodrigues

O Magazine Luiza, uma das maiores plataformas digitais do varejo brasileiro, acaba de informar à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) seus resultados financeiros do segundo trimestre de 2020. As vendas totais, de abril a junho, atingem 8,6 bilhões, crescimento de 49% em relação ao mesmo período de 2019. E o Magalu Pay, conta digital multicanal da companhia, superou a marca de 1 milhão de contas abertas.

A empresa informa que, no superapp, as operações realizadas pelos clientes ficaram cada vez mais integradas. O Magalu Pay ficou disponível no início do ano e, em julho, a varejista lançou uma campanha agressiva de cashback, na qual os clientes podem receber dinheiro de volta comprando no Magalu e ativando sua conta digital, de forma rápida, simples e intuitiva. “Desde o lançamento, milhares de clientes – das lojas físicas e do e-commerce – já receberam dinheiro de volta nas suas compras,” informa em nota.

Magalu Pagamentos atinge 3 bilhões de reais

O período crítico da pandemia foi especialmente importante para o pilar Magalu as a Service (MaaS). Foi por meio dele que milhares de sellers e de pequenos empreendedores puderam avançar ou iniciar o processo de digitalização dos negócios. O Parceiro Magalu, lançado em março, é hoje uma das principais manifestações do propósito da companhia: digitalizar o varejo brasileiro.

Por meio do Magalu Pagamentos, o seller pode antecipar seus recebíveis automaticamente. Com isso, o serviço atingiu 3 bilhões de reais desde seu lançamento. E 85% dos sellers adotaram o Magalu Entregas, sendo que 800 deles já optaram pelo modelo de cross docking.

O pilar do MaaS foi recentemente reforçado por aquisições em série. No final de julho, o Magalu anunciou a compra da Hubsales, entrando no segmento Factory to Consumers (F2C) e integrará produtores de diversos polos industriais. Assim, além de digitalizar o varejo, a companhia se transforma também num vetor de digitalização de parte do setor industrial brasileiro. Dias depois, o Magalu fechou a aquisição do site de conteúdo de tecnologia Canaltech e da plataforma Inloco Media, lançando, então, o MagaluAds. As operações marcam a estreia da companhia no segmento de publicidade online, combinando a geração de conteúdo e a audiência com a plataforma para venda de mídia digital. A solução da empresa já nasce com 80 milhões de visitantes únicos ao mês.

Marketplace cresce 214%

No segundo trimestre, a operação digital da empresa – formada por site, superapp, marketplace, Netshoes, Zattini, Época Cosméticos e Estante Virtual – apresentou a maior expansão do mercado: 182%. De acordo com o E-bit, o setor de e-commerce avançou 70,4%. O principal destaque da operação digital do Magalu foi o marketplace, responsável pela venda de produtos de 32 mil sellers, que cresceu impressionantes 214% no trimestre. Com a maior parte das lojas físicas fechadas, o e-commerce passou a representar 78,5% das receitas totais da companhia. A Netshoes, por sua vez, assumiu a liderança do varejo nacional de artigos esportivos.

O cenário de pandemia, com suas enormes transformações, mostrou que o Magalu era a empresa mais preparada para enfrentar a crise e sair dela fortalecida, diz Frederico Trajano, CEO da companhia. Tínhamos o modelo de negócios ideal e a melhor equipe.

O resultado da empresa evoluiu significativamente ao longo do trimestre. O Magalu registrou prejuízo de 62,5 milhões de reais, reflexo da decisão de fechar todos os pontos, mesmo antes dos decretos municipais e estaduais, e, ainda assim, manter os empregos. Mas, conforme as unidades da empresa eram progressivamente reabertas – o trimestre foi encerrado com uma média de 64% das lojas em operação – os resultados voltaram a aparecer. Em junho, as vendas totais do Magalu aumentaram 85%, com lucro de 93 milhões de reais.

O crescimento exponencial não aconteceu às custas do caixa. Ao contrário. Entre abril e junho, o Magalu gerou um caixa operacional de 2,2 bilhões de reais – o maior já registrado pela companhia em um único trimestre. O caixa líquido total atingiu, em junho, 5,8 bilhões de reais. Cash is king. Nossa capacidade de gerar caixa garante a sustentabilidade do crescimento acelerado do Magalu, afirma Trajano.

Pilares Reforçados

Segundo a empresa, as conquistas do período provam que os pilares definidos pelo Magalu – novas categorias, entrega mais rápida, marketplace, Magalu as a Service e crescimento exponencial – são sólidos e estão fazendo da empresa o sistema operacional do varejo brasileiro.

Com informações da assessoria de imprensa

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top