7_resultado_caixa

Lucro da Caixa mais que dobra no 1º semestre, diz Bacen

A Caixa Econômica Federal mais que dobrou o seu lucro líquido no primeiro semestre, impulsionada pela melhora dos números operacionais em meio à queda dos gastos com provisões e maiores receitas com serviços. Conforme dados disponibilizados pelo Banco Central, o resultado líquido do banco totalizou R$ 4,1 bilhões de janeiro a junho, 104% maior que o registrado no mesmo período de 2016, de R$ 1,9 bilhão.

O resultado operacional da Caixa saltou de R$ 244,498 milhões no primeiro semestre do ano passado para R$ 3,918 bilhões, um aumento de mais de 1.500%, ainda de acordo com dados do Banco Central. O crescimento foi possível graças ao aumento de 11,5% nas receitas com serviços e tarifas bancárias e recuo de cerca de 3% nas despesas com provisão para devedores duvidosos, as chamadas PDDs, comparado ao primeiro semestre do ano passado.

A carteira de crédito da Caixa totalizou R$ 703,7 bilhões ao final de junho, montante 3,54% maior que o registrado na primeira metade de 2016. Na comparação com março, o saldo dos empréstimos teve leve alta de 0,20%. Os ativos totais do banco foram a R$ 1,277 trilhão no primeiro semestre deste ano, aumento de 5,2% ante idêntico intervalo de 2016, de R$ 1,214 trilhão. O índice de Basileia, que mede quanto um banco pode emprestar sem comprometer o seu capital, foi a 14,42% ao final de junho, segundo dados do BC, ante 13,5% em março e 12,7% um ano antes.

A Caixa está debruçada em melhorar sua estrutura de capital. Além de desacelerar a oferta de crédito, o banco monitora o mercado externo para eventual captação, conforme noticiou a Coluna do Broadcast, e também a venda de ativos. Dentre eles, está o leilão da Lotex, rede de loteria instantânea do banco público, previsto para ocorrer neste ano.

Outra iniciativa da Caixa está no seu braço de seguros. Depois de negociações frustradas com a sócia francesa CNP Assurances, o banco prepara a venda fatiada do seu braço securitário. A Caixa Seguros, de acordo com fontes, está sendo dividida entre três e quatro seguradoras e será ofertada ao mercado em um leilão. No entanto, o contrato com a CNP Assurances vai até 2021.

A Caixa é o único grande banco que ainda não divulgou seus números do semestre e do segundo trimestre – embora estejam no site do Bacen.

Fonte: Estadão Conteúdo

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top