Crédito: Carlos Sapateiro, Country Leader da OutSystems

Low-code revoluciona aplicações no setor financeiro

Carlos Sapateiro, Country Leader da OutSystems
As instituições financeiras examinam frequentemente seus negócios avaliando cenários para alcançar vantagens competitivas. Nesse ponto, as organizações encontram na plataforma de desenvolvimento low-code, integrada com inteligência artificial, agilidade, gestão e otimização de custos operacionais para disponibilizarem os novos serviços em alta velocidade.
Observa-se que a demanda crescente no setor envolve desde adoção de serviços financeiros integrados, conformidade com regulamentações, personalização das experiências do cliente, modernização de sistemas até novas ofertas de serviços. 
Esse panorama reflete o dia a dia de bancos de varejo, comerciais e de investimento, bem como organizações de gestão de ativos e patrimônio, consultoria financeira e serviços de pagamento que necessitam inovar com rapidez, obter redução de custos, aumento da segurança e acessibilidade dos dados, tudo com menor risco e complexidade. 
Alguns exemplos de como as instituições financeiras têm se beneficiado do desenvolvimento low-code estão na automação de processos bancários-chave, digitalização e simplificação das operações, que são recursos fáceis de gerenciar e ainda aumentam a eficiência dos desenvolvedores.
Ao simplificar o processo de desenvolvimento de software, o low-code capacita as instituições financeiras a experimentar mais facilmente novas ideias e conceitos, e a trazer rapidamente produtos e serviços inovadores e convenientes para o mercado. 
No contexto de um ambiente de negócios cada vez mais dinâmico e digital, a tendência de hiperautomação e negócios combináveis representa uma mudança significativa na forma como as organizações abordam o desenvolvimento de software. Por isso, ao oferecer velocidade, flexibilidade, economia de custos, capacidade de inovação e integração com IA, o desenvolvimento low-code impulsiona e acelera a constante transformação digital no setor financeiro.

Esse artigo foi publicado na 19ª edição do Anuário Brasileiro de Bancos. Acompanhe as principais tendências e movimentos do ecossistema financeiro no último ano.

Compartilhe

Notícias relacionadas

Exclusiva
Transformação sustentável: o papel das instituições financeiras na transição
Enquanto os riscos da crise climática colocam a população e a economia em alerta, o...
CANTAnews
Seis tendências tecnológicas para o setor financeiro
por Wagner Martin, VP de negócios da Veritran no BrasilEm um cenário marcado pelos avanços...
CANTAnews
A eficiência em terceirizar agências e serviços bancários
por Tiago Aguiar, superintendente executivo de Produtos, Novos Negócios e Marketing da TecBanNa rota da...
CANTAnews
O novo tipping point das instituições financeiras
por Paulo Marcelo, CEO da SolutisA inteligência artificial é um novo ponto de inflexão para...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top