marcelovianello_nec

Inteligência artificial e biometria no mundo de finanças

Por Marcelo Vianello*

Inteligência artificial até pouco tempo atrás era assunto de ficção científica e com pouca usabilidade no mundo real, mas hoje a realidade mudou drasticamente. Desde as populares aplicações de IA generativa que vêm ganhando espaço e atraindo olhares até sistemas de análise prescritiva que ajudam decisores a ter mais agilidade e precisão em suas ações, a IA veio para ficar. Com o setor financeiro, especialmente no tocante à segurança trazida pela biometria, isso não poderia ser diferente.

Segundo a Deloitte, 86% das empresas pesquisadas no setor financeiro afirmam que a IA será de enorme importância para seus negócios nos próximos dois anos; similarmente, a Economist Intelligence Unit apontou que 77% dos entrevistados acreditam que adotar todo o poder da IA será decisivo para o sucesso dos bancos. De fato, com regulações e normas cada vez mais duras e penalidades que podem chegar aos bilhões de dólares já sendo aplicadas, a capacidade de evitar fraudes, identificar problemas e proteger dados e usuários se torna decisiva para o sucesso da empresa.

Neste sentido, a tecnologia entra como um poderoso aliado que torna sistemas de autenticação, biometria, monitoramento, contenção e remediação de incidentes muito mais efetivos, ágeis e confiáveis. Isso reduz diretamente a chance de vazamento de dados, de invasão de contas e de outros crimes digitais que podem prejudicar de forma devastadora os bancos, tornando sua atividade muito mais segura e sustentável neste novo cenário de intensa digitalização. Analogamente, isso aumenta o grau de confiabilidade das empresas do setor perante o mercado, stakeholders e clientes, fortalecendo sua imagem e ajudando a construir uma base de consumidores e leais.

Em adição, os benefícios em termos de usabilidade, interface, pontuação de clientes, análise de riscos e investimentos, entre tantos outros, podem ajudar a tornar a experiência de usuário melhor, mais imersiva e mais personalizada; naturalmente, isso será crítico para manter as empresas deste mercado crescendo fortemente.

Assim, fica nítida a importância da adoção desta tecnologia e de suas aplicações no futuro próximo. Seja por motivos de UX, seja pela capacidade de personalização, seja pela cada vez mais importante questão da segurança, é indiscutível que a IA está diretamente ligada ao sucesso e ao futuro das empresas financeiras de todos os perfis e tamanhos.

* Marcelo Vianello é Head de Negócios para Bancos da NEC

Compartilhe

Notícias relacionadas

Ponto de vista
O mundo está mudando e o Real também
Por Patricio Santelices, CEO da TecBanO Plano Real está caminhando para completar 30 anos e...
Ponto de vista
Revolução no setor financeiro alcança obrigações legais
Por Marcelo França, CEO da CelcoinNos últimos anos, o setor financeiro brasileiro tem passado por...
Ponto de vista
Tendências tecnológicas para o setor financeiro em 2024
Wagner Martin, VP de negócios da Veritran no BrasilEm um cenário marcado pelos avanços tecnológicos...
Ponto de vista
Rumo à autonomia financeira: bem-vindos à era do ENDOFINANCE
Na constante busca por inovação e praticidade surge um conceito revolucionário que promete transcender os...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top