Insight 2 | Fintail, round 2!

Os novos meios de pagamento e a necessidade de adaptação do varejista frente a essa realidade foi o tema da segunda rodada de perguntas do painel “Fintail: oferta de produtos e serviços financeiros pelo varejo”, realizado pela Cantarino Brasileiro na última semana de setembro.

“Todo o fluxo de pagamento, desde a experiência até a velocidade e custo, são primordiais para os negócios de quem está começando”, justificou Guilherme Cabrini, head de pagamentos online da 99, a respeito da relevância do tema para o varejista.

Para exemplificar, ele ressaltou que hoje metade das transações são negadas por falta de saldo: “Isso acaba prejudicando as empresas no resultado final, que é entregar o serviço para o cliente final. Se a gente começa a perder a conversão por alguns detalhes, seja na hora de tratar uma fraude ou em uma forma de pagamento que cria alguma experiência ruim para o usuário, isso se reflete rapidamente na perda de conversão”.

Nesse sentido, o Pix foi citado como uma das grandes revoluções dos meios de pagamento. “Para a gente, é fundamental investir nas novas experiências, para onde o público está indo. É algo que gera mais conversão, mais clientes e redução de custo. Ou seja, uma otimização para o negócio final da companhia”, salientou o representante da 99.

Por sua vez, Fábio Murakami, diretor de produtos financeiros e open payment da Fintech MagaLu, falou sobre como a entrada do Pix no varejo ainda pode representar um desafio para o pequeno e médio varejista ante questões relacionadas à segurança, processo de aceitação e conciliação. Para ele, no entanto, quando existe “uma vantagem muito clara com relação ao meio de pagamento, como acontece com o Pix, essa resposta é muito rápida”.

Assim, compartilhou algumas das estratégias da Magalu para aumentar a adesão do meio de pagamento: “ Muitas das ofertas do marketplace oferecem desconto para o método de pagamento Pix”, pontuou. Já nas lojas físicas, a proposta é a implementação de um processo multifuncional ao vendedor: “A gente implantou uma facilidade no processo de atendimento. Ele hoje tem um celular e a partir do aparelho concluiu a compra pelo próprio dispositivo, sem ter que ir no caixa e esperar para pegar o produto”, explicou. 

Após ter sido introduzido no Informativo Bancos & Varejo, se destacando entre os meios de pagamento mais utilizados no Brasil, o Pix foi ainda mais explorado no evento virtual da trilha, durante a palestra do Banco Central e, em seguida, no painel O Pix no varejo. Reveja o evento no nosso canal do YouTube.

CONTINUE LENDO INSIGHTS CB ED. 30

Editorial: Bancos, varejo, Pix etc. e tal

Insight 1 | Fintail: oferta de produtos e serviços financeiros pelo varejo

Insight 2 | Fintail, round 2!

Insight 3 | Mudanças e aceleração dos serviços financeiros no varejo

Insight 4 | Bancos digitais: muito além dos serviços financeiros

Insight 5 | Artigo: Satisfazer o consumidor é também exercitar a sua saúde financeira

Compartilhe

Notícias relacionadas

Exclusiva
Cantarino Brasileiro apoia o Innovation Summit Barueri 2024
Barueri vai sediar a primeira edição do Innovation Summit 2024, no dia 3 de março. O...
Exclusiva
O papel do ecossistema financeiro no Fórum Econômico Mundial 2024
por Ana Carolina LahrEntre os dias 15 e 19 deste mês, aconteceu em Davos, Suíça,...
Exclusiva
Tendências da 114ª NRF para o setor financeiro
por Ana Carolina Lahr A 114ª NRF (National Retail Federation), a maior e mais tradicional...
Exclusiva
Prêmio Banking Transformation reforça necessidade de uma agenda ESG transversal
Dados revelam a diversidade na composição dos times envolvidos nos cases inscritos; reflexão é incentivada...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top