nota6

Grandes desenvolvem meio de pagamento em bitcoin no browser com API

Desenvolvedores de algumas das principais empresas de tecnologia criaram uma API, a interface de programação de aplicativos, de navegador que pode em breve facilitar a compra de produtos e serviços online com criptomoedas. O trabalho iniciado pelo World Wide Web Consortium (W3C) com a ajuda da Microsoft, Google, Facebook, Apple e Mozilla é um avanço tangível do padrão de pagamento.

A API está sendo implementada em navegadores como o chrome do Google, o Microsoft’s Edge, o webkit da Apple, o mozilla da Firefox, o navegador de internet da Samsung e o navegador no aplicativo do Facebook. Quando ativada, a API vai permitir que pagamentos em bitcoin, ether e outros altcoins sejam armazenados diretamente no navegador. Os consumidores poderão escolher um menu entre os meios de pagamento disponíveis, uma espécie de extensão no recurso de preenchimento automático.

Com a nova funcionalidade, o chefe do setor de pagamentos do W3C, Ian Jacobs, disse que este é um bom momento para desenvolvedores escreverem códigos para os meios de pagamento que gostariam de ver disponíveis. “Esta é uma ótima oportunidade para as pessoas começarem a escrever métodos de pagamento baseados na blockchain e tentar testar a API. Estamos na fase de testes e desenvolvimento de interoperabilidade,” informou Jacobs em entrevista exclusiva à CoinDesk.

Essa ampla implementação se baseia no que o grupo vê como uma maneira de oferecer aos consumidores mais opções de pagamento e aos comerciantes, um check-out online mais seguro.

Embora outras etapas mais avançadas ainda estejam por vir, Jacobs avalia que a especificação amadureceu o suficiente no processo do W3C que passou do esboço para o estado estável. A CoinDesk assinala que os esforços de padronização do W3C são notoriamente lentos, com o trabalho avançando de grupos comunitários para grupos de trabalho, o que pode demorar anos. Esta é uma das razões pelas quais os empresários de criptomoedas hesitaram em se unir ao consórcio de Tim Berners-Lee.

Ainda pode demorar

Mas o processo à frente não é tão fácil quanto parece. Jacobs diz que será preciso integrar a API e escolher quais meios de pagamento os comerciantes querem aceitar. Eles precisam construir sites que reconheçam os meios de pagamento. E os clientes vão precisar baixar a extensão do navegador e indicar quais meios de pagamento utilizam. As carteiras terão que conversar com o protocolo que está sendo escrito.

Fonte: CoinDesk

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top