stone

Globo entra no mercado de maquininhas em parceria com Stone

Por Edilma Rodrigues

A brasileira StoneCo Ltd., fintech de solução de pagamento que conta com o bilionário Warren Buffett entre seus acionistas, e o Grupo Globo vão lançar uma nova empresa para atuar no segmento de maquininhas de cartão para autônomos e microempreendedores. A fintech terá 67% do novo negócio e a Globo fica com os 33% restantes. O presidente da nova empresa será Caio Fiuza, que era diretor de operações da fintech. 

A Globo já possui uma participação na corretora Órama Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários, terá 33% dessa joint venture com a Stone para vender máquinas de processamento de cartões no Brasil. E, pelo acordo, vai investir o equivalente a R$ 461 milhões em conteúdos de mídia, enquanto a fintech fica responsável pela operação da empresa – processamento de pagamentos, suporte técnico e gestão de recursos administrativos – além de investir R$ 50 milhões em dinheiro.

“Não foram divulgados ainda o nome da nova empresa e nem quando ela deve começar a operar. O negócio depende de aval do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), órgão que regula a concorrência no Brasil,” explica matéria do Jornal do Comércio.

De acordo com o CEO do Grupo Globo, Jorge Nobrega, a parceria com a Stone dá a oportunidade de unir forças para criar uma vitrine para serviços financeiros, impulsionada pelo amplo alcance e profundo conhecimento do cliente brasileiro do conglomerado de mídia, que tem capital fechado e é liderado pelo bilionário Roberto Irineu Marinho.

Segundo a Globo, a empresa atinge mais de 100 milhões de espectadores únicos no Brasil diariamente por meio de todos os seus veículos, equivalente a quase metade da população do país. 

Para a Stone, a parceria com o Grupo Globo tem potencial para ampliar a operação em um segmento em que começou a atuar apenas no fim do ano passado e que tem sido amplamente disputado pelas chamadas empresas de adquirência, que atuam no mercado de maquininhas que processam operações de débito e crédito.

A Stone, cujas ações, segundo a Bloomberg, subiram 42% desde que as lançou nos Estados Unidos em outubro, é mais uma empresa que procura fortalecer sua posição no setor de pagamentos em meio a uma guerra de preços que envolve concorrentes como a Cielo SA e a PagSeguro Digital Ltd.

Em seu comunicado à imprensa, a fintech divulgou seus resultados preliminares do segundo trimestre de 2019, que reporta crescimento da base de clientes de 79,5% em comparação com o mesmo período do ano anterior, saltando de 200,6 mil para 360,2 mil. A divulgação oficial será em 14 de agosto.

stone_extra1

Fonte: Bloomberg e assessoria de imprensa

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top