nota4

Fintech conecta marcas a consumidores

Por Edilma Rodrigues

A fintech de fidelização Winn cria modelo de negócio para o mercado promocional, que permite a qualquer marca conhecer melhor o perfil e hábitos de consumo de seus clientes para formatar programas de recompensa, direto, personalizado e dinheiro imediato. Uma das sócias da fintech, Claudia Toledo, explica que o Winn é uma plataforma estratégica para marcas se comunicarem diretamente com o seu consumidor e converter, de forma efetiva, cada centavo investido, com benefícios reais e tangíveis para ambas as partes. A expectativa é terminar 2019 com 100 empresas, representando 500 marcas, e 100 mil usuários.

Como funciona

As marcas têm total autonomia na plataforma: determinam o valor de investimento para cada atividade promocional: quizzes, compartilhamentos, catálogo de prêmios, hot prêmios, entre outras. No dashboard do App, elas interagem com os compradores de forma hipersegmentada. “A marca lança uma pergunta do tipo: você almoça fora de casa quantas vezes na semana, e dá até seis opções de respostas. O usuário, ao responder, já ganha dinheiro na hora,” explica um dos idealizadores do aplicativo e sócio da startup, Ricardo Lorenzo.

Outra possibilidade de interação é quando o consumidor efetua a compra de um produto com seu código cadastrado no aplicativo; basta pedir o cupom fiscal com o CPF, validar o mesmo ao acessar o sistema de validação no App e aguardar a liberação do dinheiro. “O Winn checa junto a Secretaria da Fazenda a veracidade dos dados e só então o dinheiro é liberado para a conta do usuário”, afirma Lorenzo.

Cada vez que o usuário valida um cupom ou nota fiscal, ele ganha um valor já estipulado pela marca, caso aquele produto seja validado na SEFAZ. O dinheiro vai direto para a conta digital do usuário e, a qualquer momento, pode ser sacado, compartilhado com amigos também usuários do aplicativo ou doado para instituições sociais cadastradas no APP.

A transferência do dinheiro da marca é feita diretamente para o consumidor por meio do Winn Bank, um banco próprio com a função de transferir o dinheiro da conta de fundos da marca para a conta do usuário do APP. No momento em que marca e consumidor se cadastram é aberta uma conta no Winn Bank, gratuitamente.

Em época de tantos transtornos com vazamento de dados, é importante ressaltar que a marca não tem acesso aos dados pessoais (nome e CPF) dos usuários do Winn; ela recebe  apenas as informações sobre o seu perfil e hábito de consumo para poder fidelizar o cliente utilizando a plataforma e usar todas essas informações para gerar novas campanhas, mantendo esse cliente sempre fiel.

Com informações da assessoria de imprensa

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top