nota2

Estudo aponta mais de 77 mil casos de vazamento de dados de cartões

O vazamento de dados de cartões de crédito tem sido um dos principais alvos de ciberataques no Brasil, segundo levantamento exclusivo da UPX Technologies, especializada em segurança digital. O estudo mostrou que até meados de março deste ano foram registrados 77.300 casos nas principais instituições financeiras, públicas e privadas, do País.

Foram provavelmente quase 80 mil pessoas físicas ou jurídicas financeiramente lesadas, em um mercado que pode sofrer danos ainda maiores, diante do amplo espectro de oportunidades para os criminosos, avalia o CEO da UPX Techonologies, Bruno Prado.

O executivo avalia que, hoje, um dos principais pontos de vazamento de informações de cartões de crédito é a falta de investimento em segurança por parte das empresas, sobretudo as de pequeno e médio porte, que não tomam o devido cuidado na gestão das informações dos clientes. Essas vulnerabilidades tornam essas companhias grandes alvos dos criminosos, já que são caminhos fáceis para a interceptação de cartões com dados completos, como nome, CPF, endereço, data de nascimento, entre outros. Há, ainda, campanhas de phishing, por e-mails que simulam ofertas em lojas conhecidas, afirma.

Ainda segundo Prado, para além do investimento, as empresas devem priorizar ainda mais a segurança e a idoneidade dos dados de seus clientes, entendendo que dessa maneira os ataques cibernéticos serão menos eficazes e de menor alcance. Já os usuários, por sua vez, precisam definitivamente da conscientização sobre as boas práticas de navegação. A orientação em torno dos riscos da internet é um grande passo para a prevenção de fraudes, complementa.

Para dimensionar o mercado de cartões no Brasil, a UPX cita dados da Associação Brasileira das Empresas de Cartão de Crédito e Serviços (Abecs): cerca de 50 milhões de cartões são emitidos por mês, totalizando 600 milhões ao ano com movimentação superior a R$ 1 trilhão. E da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN), que dá conta que as organizações bancárias têm investido em torno de R$ 20 bilhões ao ano para o reforço de suas infraestruturas digitais, em busca de reduzir o número de ataques e garantir a segurança durante a autenticação dos clientes.

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top