gr1d-webinar

Especialistas desmistificam implantação do open banking e indicam as melhores práticas

Entre as transformações mais aguardadas no mercado financeiro está o open banking, que devolve às pessoas a propriedade de seus dados bancários e o arbítrio de compartilhá-los com quem quiserem, desde que expressem essa vontade. Esta restauração, no entanto, requer que bancos, instituições de pagamento, fintechs e outras empresas que tenham soluções para atender essa indústria, adotem formas seguras de disponibilizar as informações de clientes para terceiros. 

A Gr1d, marketplace especializado na construção de APIs, que é a forma das instituições publicarem os dados de seus clientes, desmistifica a implantação do open banking, seja para participantes obrigatórios ou voluntários, no webinar “Open banking, da teoria à prática”, que acontece em 18 de junho, às 16h00.

O CEO da empresa, Renato Terzi, explica que a Gr1d oferece uma plataforma de APIs que pode ser aberta – a que está visível na URL da Gr1d, hoje – ou exclusiva, que conterá apenas as APIs do banco ou fintech cliente e mais aquelas que selecionar. “Cobrança e pagamento, health check, segurança, painel de controle completo para o dono da API, e operação 24/7 são alguns dos recursos que fazem da Gr1d a melhor opção para a regulada que queira operar no open banking, seja apenas cumprindo o que determina o regulador, seja operando de forma intensa e protagonista,” assinala o CEO.

O webinar, que conta com a participação de Terzi e de Rogério Melfi, especialista em novas plataformas da Tecban, e a moderação de Cintia Falcão, sócia da Ramos Falcão Consultoria Jurídica, mostra como se vai da teoria à prática na implantação do open banking. E como a adoção de APIs prontas agiliza esse processo e permite estar em compliance com as regras estabelecidas pelo Banco Central. 

“O open banking é uma regulamentação dentro de um ambiente amplo chamado open innovation ou arquitetura aberta. Esse ambiente pressupõe o consumo de soluções de terceiros e disponibilização aberta e integral de soluções proprietárias, para entregar melhores experiências, produtos e serviços, mais pela capacidade de compreensão e atenção às demandas dos clientes, do que pelo poder de escala. Para ter sucesso nesse ambiente, uma mentalidade aderente será necessária e já temos visto que este será um grande desafio para algumas instituições,” explica Terzi. 

Ele ressalta que o webinar foi preparado para apoiar a indústria financeira nessa transição e mostrar que com as ferramentas tecnológicas certas, participar dessa inovação não é um “bicho de sete cabeças.”

Serviço

Open banking, da teoria à prática
Data: 18 de junho de 2020
Horário: 16h00
Inscrições gratuitas, mas com vagas limitadas, pelo link

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top