nota5

Empréstimo consignado, pessoal ou com garantia: qual a melhor opção?

Seja para cobrir uma despesa que apareceu em um momento de urgência ou investir em um projeto pessoal que você planejou há muito tempo, os empréstimos surgem como alternativa viável para realizar objetivos sem entrar no ciclo de endividamento. Neste contexto, a pesquisa é uma parte fundamental, pois ela determinará qual será o rumo das suas finanças após realizar a contratação. 

Nesse texto, você vai poder conferir as principais diferenças entre três linhas de crédito:  consignado, pessoal e com garantia. Qual delas é a melhor opção para o seu atual momento? Os modelos possuem diferenças em seu formato de contratação e, principalmente, na incidência de juros nas parcelas. Veja a seguir: 

Como funciona o crédito consignado

O crédito consignado é aquela modalidade onde as parcelas do empréstimo são descontadas diretamente na folha de pagamento do cliente. O formato é válido para funcionários assalariados, aposentados ou pensionistas. 

Essa linha de crédito é muito utilizada para fazer reformas, pagar contas do dia a dia ou no refinanciamento de contas. Muitas instituições financeiras oferecem a troca de dívidas adotadas em outras modalidades – como cheque especial e rotativo do cartão de crédito – pelo crédito consignado. 

Uma vez que o salário/pensão é utilizado como garantia que o empréstimo será quitado, as tarifas incidentes nas parcelas são consideravelmente menores. Uma pesquisa do SPC Brasil de 2018 revelou que 13,8% dos brasileiros recorreram a empréstimos consignados em bancos e 6,5% em financeiras. O mercado conta com linhas de crédito que oferecem juros mensais que variam entre 1,57% e 2,10% ao mês. 

Embora os juros sejam mais atraentes ao orçamento mensal, essa linha de crédito requer muito planejamento, assim como qualquer outra dívida. A organização é necessária porque, dependendo do valor solicitado, as parcelas podem comprometer até 30% da sua renda mensal. 

Uma das condições dessa modalidade é que a pessoa física pode comprometer, no máximo, 35% de sua renda mensal para arcar com os parcelamentos.

Prático, porém, mais caro: por dentro do empréstimo pessoal

Essa linha de crédito para pessoas físicas costuma ser uma das mais populares entre os que procuram dinheiro de uma maneira rápida, uma vez que as instituições financeiras não impõem muitas barreiras para o acesso a esse crédito. 

Uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) de 2017 mostrou que a maioria dos empréstimos solicitados tiveram o objetivo de pagar contas. Esse quadro se repetiu em 2018. O levantamento mostrou que 53,4% dos entrevistados preferiram linhas de crédito que não exigem o cadastro de bens como garantia, formato que veremos adiante. 

Assim como nas modalidades cheque especial e rotativo do cartão, essa modalidade não costuma exigir uma garantia para assegurar a quitação da dívida, de modo que o critério é apenas a renda do usuário. 

Sua contratação é simples e pode ser feita diretamente pela internet. A pessoa pode realizar uma simulação online para projetar prazos e condições de parcelamento. Se aprovado, o valor desejado pode cair na conta do usuário em até 48 horas. 

Caso a pessoa opte por fazer a contratação junto ao banco que já possui uma conta, geralmente já existe um cadastro de crédito pré-aprovado nessa modalidade que também pode ser contratado por telefone, aplicativo ou internet. Nessas ocasiões, o valor pode ficar disponível em poucos minutos na conta. O limite estabelecido é definido de acordo com a movimentação financeira do usuário junto ao banco.

Contudo, vale lembrar que embora sua contratação seja descomplicada, os juros do parcelamento são maiores que em outras linhas de crédito. Isso acontece porque a empresa que concede o crédito precisa garantir que o valor concedido não será um prejuízo em sua operação. 

Por isso, é necessário compreender o estágio da sua necessidade financeira e analisar se a contratação nessa modalidade realmente vale a pena. As médias de juros praticadas pelas principais instituições financeiras do país oscilam entre 4% e 9% ao mês. 

Juros mais baixos e flexibilidade: entenda o empréstimo com garantia

Embora seja uma modalidade ainda desconhecida por grande parte dos brasileiros, o empréstimo com garantia é uma das linhas de crédito com menores juros entre os serviços oferecidos pelo mercado financeiro. 

Como o próprio nome sugere, trata-se de uma linha de crédito onde se utiliza alguma posse que se enquadre como garantia para o pagamento das parcelas do empréstimo. Os bens mais comuns no mercado são carros e imóveis, porém, já é possível incluir itens como joias e até mesmo celulares como garantia.  

Essa modalidade permite a contração de empréstimo online, de maneira que os juros são muito mais baixos que em outras linhas de crédito. Isso acontece porque, na prática, você aumenta a confiança da quitação da dívida colocando seu bem como garantia. As tarifas são mais vantajosas e podem variar entre 0,99% e 3,74% ao mês.

Esse formato começa a crescer significativamente no país. Uma pesquisa da FinanZero – fintech de capital sueco que atua como correspondente bancário online para negociar empréstimos – divulgada no mês de julho, indica que o empréstimo com garantia em veículo ou imóvel teve crescimento de 31% entre maio de 2018 e maio de 2019.

Portanto, se sua dúvida era sobre qual modalidade é a melhor opção para o seu bolso no que se refere a juros, o empréstimo com garantia opera com as menores taxas do mercado. 

Por Creditas, plataforma online de crédito com garantia.

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top