nota6

Empresas demoram a recuperar demanda de crédito

O saldo das carteiras de crédito com recursos livres deve aumentar 5% para pessoas físicas e entre 1,5% e 3% para pessoas jurídicas, conforme a revisão das projeções da Acrefi para o ano. Fatores como a paralisação dos transportes, junto às dificuldades de recuperação de renda dos consumidores, levaram ao rebaixamento de expectativas, mesmo com uma ligeira recuperação dos índices de confiança registrados na 11ª pesquisa Perspectivas, feita em parceria pela Acrefi e a agência de pesquisa Kantar TNS, no segundo trimestre.

Conforme os dados da Acrefi (Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento), o saldo nas carteiras de crédito com recursos livres aumentou, nos últimos 12 meses, em 7,8% para pessoas físicas e 1,7% pessoas jurídicas. Nicolas Tingas, economista-chefe da entidade, informa que as projeções iniciais para este ano foram rebaixadas, de 7% para 5% em pessoas físicas, e de 3% para 1,5% no volume de crédito para empresas. “Há indústrias com capacidade ociosa e muitas empresas endividadas, o que faz o setor demorar a recuperar a demanda de crédito”, observa.

A Acrefi mantém previsão de 6,5% para a Selic no final de 2018, com o IPCA fechando em 4%. “Acredito que o Banco Central vá manter a política de juros, embora tenhamos hoje uma situação de dispersão de riscos”, avalia. O câmbio, conforme estimativa da Acrefi, deve fechar o ano em R$ 3,9 por dólar, com grandes variações atá lá.

A paralisação dos transportes já tinha feito a entidade baixar 0,5% sua projeção de crescimento do PIB, agora em 1,7%. Para 2019, a previsão fica 2% e 2,5%. “O usual é um novo governo ter uma política de ajuste no início e 2019 deve ser um ano de transição”, diz Tingas.

De acordo com a percepção dos mil entrevistados da pesquisa Perspectivas, apenas 15% das pessoas esperam alguma melhora na economia neste ano, enquanto 30% acreditam em recuperação no próximo ano e 20% só em 2020.

Menos pessimismo e mais prudência

Na comparação entre outubro de 2017 (série anterior da pesquisa) e abril deste ano, a avaliação da economia do país como “ruim ou péssima” variou de 77% a 72%. Em contrapartida, a propensão a contrair crédito aumenta de 18% a 28%. Hilgo Gonçalves, presidente da Acrefi, chama atenção às mudanças qualitativas e comportamentais no mercado de crédito de pessoas físicas. “Aumento de intenção do uso do crédito é direcionado a benefícios mais objetivos. Acreditamos no crédito mais consciente. As pessoas hoje tomam cuidado de não ir com fome ao supermercado e cotam na Internet antes de comprar algo em uma loja. Essa tendência vai se manter”, avalia. “Com um tomador mais consciente, quem vende bem ou serviços – inclusive nós mesmos, que vendemos crédito – vai ter que trabalhar cada vez melhorar a oferta e a entrega aos clientes”, enfatiza.

Valkiria Garré, CEO da Kantar TNS Brasil explica que apesar de 60% das pessoas esperarem ainda algum aumento dos índices de desemprego, o resultado de abril foi o menos pessimista desde o início de pesquisa, em 2016. A preocupação em economizar parte da renda se mantém estável, em 80%. A propensão de compras de itens de maior valor é maior nos segmentos de produtos com obsolescência programada – 41% compraram celulares noa últimos meses, 28% eletrodomésticos, e 31% planejam comprar ambos.

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top