Crédito: banco de imagens Canva

Plataforma Meu Bolso em Dia leva educação financeira a endividados

Conteúdo produzido pela Febraban foca aqueles que se enquadram no Programa Desenrola
Desde o início da fase 2, o Programa Desenrola Brasil conta com o apoio da Plataforma Meu Bolso em Dia Febraban para disseminar a educação e orientação financeira aos participantes do programa de renegociação de dívidas do governo. Com a inclusão, o objetivo é fomentar iniciativas voltadas à educação financeira à população endividada, especialmente para as pessoas com renda de até 2 salários-mínimos ou inscritas no Cadastro Único do Governo Federal, que englobam a maior parte dos beneficiários do Programa.
Todo o conteúdo e as trilhas de aprendizado da plataforma foram criados por educadores financeiros e receberam contribuições de especialistas e membros da Comissão de Cidadania Financeira da Febraban. A ferramenta é a primeira do gênero a fazer uso de inteligência artificial para oferecer ao usuário recomendações de jornadas personalizadas ao seu perfil ou ao seu problema financeiro.
Os materiais disponíveis na plataforma abordam temas como planejamento financeiro, solução de dívidas, criação de poupança, investimentos e relação com o dinheiro, em linguagem acessível a diferentes perfis da população e faixas etárias.
Para quem busca renegociar suas dívidas, por exemplo, a plataforma pode ajudar a mapear sua vida financeira e a desenvolver um plano sustentável e duradouro de pagamento.

“Educação financeira é um instrumento fundamental para a economia do país e das pessoas. Somente por meio dela os brasileiros poderão aprender, ao longo do tempo, a lidar melhor com sua renda e seus investimentos e estar mais preparados para fazer escolhas conscientes e prevenir o superendividamento”, diz Isaac Sidney, presidente da Febraban.

Navegabilidade

A plataforma é aberta e gratuita a todos os brasileiros. A jornada de navegação é simples e convida o usuário a desenvolver novos hábitos em relação às suas finanças.
A trilha de aprendizagem começa pelo diagnóstico pessoal do Índice de Saúde Financeira do Brasileiro (I-SFB) e a comparação com a média dos brasileiros, quando é definido o perfil de usuário. Cada novo comportamento identificado é objeto de uma trilha de conhecimento específica.
A plataforma conta com recursos de gamificação e engajamento do usuário. Para concluir as diferentes trilhas de aprendizagem é necessário cumprir missões, que incluem desde a leitura de artigos à participação em enquetes e cursos. Só assim o usuário se torna elegível ao nível seguinte.
A cada etapa concluída ou aprendizado adquirido são acumulados pontos virtuais que podem ser convertidos em recompensas. Para visualizá-las, basta ao usuário se conectar com o banco com o qual possui relacionamento no menu “incentivos” ou “relacionamento”, dentro de seu perfil, após concluir o cadastro na plataforma.

 Para experimentar, acesse o link.

(Com informações da Assessoria de imprensa)

Compartilhe

Notícias relacionadas

Subsea7 abre Programa de Estágio 2024 para diversas áreas
Os estudantes aprovados terão carga horária de quatro a seis horas diárias, em sistema de...
Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri promovem educação financeira de criptoeconomia
O objetivo é explorar diferentes temas do universo de criptoativos para democratizar o acesso aos...
Com vagas afirmativas, Núclea abre inscrições para novo programa de trainee
Oportunidade é voltada para formados em cursos de exatas e humanas e 100% das vagas...
Clariant, John Deere e outras empresas anunciam 90 vagas em programas de estágio
As oportunidades são para os estados de São Paulo, Bahia, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top