nota5

EBANX Beep cria loja virtual com sistema de pagamento para pequenos comércios durante pandemia

Por Edilma Rodrigues

O EBANX lança sistema que permite a pequenos comércios e profissionais autônomos vender cupons (chamados pela empresa de vouchers) de produtos e serviços, enquanto não podem abrir seus estabelecimentos ou estar presentes fisicamente por conta do coronavírus. Trata-se do EBANX Beep plataforma que permite a criação de uma loja online e faz o processamento automático de pagamentos do EBANX Pay, que aceita todos os cartões de crédito de todas as bandeiras, com possibilidade de parcelamento, além de boleto bancário. A liquidação pode ser feita quinzenalmente. A taxa é de 4,9% por transação.

O objetivo principal, de acordo com a empresa, é ajudar os negócios que estão sem fluxo de caixa durante a época de quarentena no país. A plataforma é uma opção para esses vendedores estarem no mundo digital, dando a eles mais visibilidade e oportunidades de negócio, além de promover a inclusão digital dos comércios em geral, explica o sócio e CMO do EBANX, André Boaventura.

O alvo são pequenos comércios e profissionais autônomos como personal trainers, manicures, diaristas e confeiteiros, entre outros. “Eles poderão comercializar vouchers usando a nova funcionalidade, e definir a troca desses vouchers pelos produtos ou serviços. As datas para a troca serão informadas pelos próprios vendedores,” assinala o EBANX.

Plataforma permite montar a loja online em três etapas
Segundo a empresa, montar a loja na plataforma é um processo simples, que não exige a presença de um programador. A adesão ao sistema é feita online e, em poucos minutos, já é possível começar a cadastrar os artigos, sejam eles produtos, serviços ou os próprios vouchers. 

Apenas três etapas são necessárias para criar a loja no EBANX Beep. O vendedor deve acessar o site www.ebanxbeep.com e preencher o cadastro inicial. Depois, é preciso enviar informações como RG (ou CNPJ), comprovante de endereço e conta corrente (que devem estar no mesmo nome do titular do RG ou CNPJ). Na sequência, ele já pode começar a cadastrar os itens que deseja vender online — num processo que pode ser concluído em poucos minutos.

Com informações da assessoria de imprensa

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top