“Dobra o número de pessoas que tem o banco digital como principal banco no Brasil”

Com a abertura dos dados proporcionada pelo open banking e aumento da concorrência, o primeiro passo para identificar o que o seu cliente quer e precisa para decidir ficar é saber quem ele é e conhecer seus hábitos.

Para nortear as ações dos bancos tradicionais – aqueles que possuem agências e estão no mercado há muitos anos – e digitais, assim como os novos players trazidos pelo open banking – fintechs, carteiras digitais e empresas que oferecem serviços financeiros como grandes varejistas -, a Cantarino Brasileiro realizou, com o patrocínio da Akamai, a quarta edição da pesquisa “A experiência dos clientes dos principais bancos brasileiros.

No total, 1100 pessoas de todas as regiões do Brasil responderam ao questionário via internet, no período 12 e 19 de maio de 2021.

A primeira constatação de peso mostra que o brasileiro está superando a resistência às mudanças de forma rápida no que diz respeito aos serviços financeiros. Segundo os dados, em março deste ano 63% dos entrevistados possuíam conta em ambos os bancos (digital e tradicional); 24,5% apenas em bancos tradicionais e 12,4% apenas em digitais. 

Em 2020, apenas 37% possuíam conta em ambos tipos de bancos, 6% no digital e 57% apenas no tradicional. Isso significa que a preferência pelos bancos digitais dobrou e a abertura para as duas opções teve 70% mais adesão no período. 

Destes, 31% já consideram o banco digital o principal banco, o que mostra que o número de pessoas que passaram a adotar os bancos digitais como principais mais que dobrou –  em 2020, esse número era de 14%.

O que isso significa? O cliente não é fiel às marcas e não tem medo de experimentar serviços. Além disso, as barreiras de entrada nos bancos digitais e outras instituições como carteiras digitais é mais simples e rápido, sendo estes mais acessíveis a quem tem perfil de crédito de maior risco e que são geralmente barrados pelos bancos tradicionais. 

Assim no mínimo concluímos que os bancos tradicionais precisam caminhar a passos largos para permanecer nessa corrida, encontrando soluções para adaptar seus produtos e ferramentas que melhorem a experiência do usuário.

Insights Ed. 1

“Dobra o número de pessoas que tem o banco digital como principal banco no Brasil”
Nós sabemos o que o usuário de banco precisa
Falta de informação diminui confiança no open banking
PIX x Whatsapp Payment: uma relação de confiança
Manual da Experiência do Cliente do BC norteia fase 2 do open banking
Espaços multisserviços reforçam tendência do open banking
Estratégias pensadas no esforço, no emocional e na segurança

Compartilhe

Notícias relacionadas

Exclusiva
Transformação sustentável: o papel das instituições financeiras na transição
Enquanto os riscos da crise climática colocam a população e a economia em alerta, o...
Exclusiva
5 Pesquisas lançadas no Febraban Tech que vão orientar a sua estratégia no mercado financeiro
Além da oportunidade de acompanhar os principais lançamentos em tecnologia e inovação voltados para o...
Exclusiva
IA generativa mantém Topaz na vanguarda e impulsiona abertura de capital
Em entrevista exclusiva, CEO Jorge Iglesias falou sobre a rápida evolução da tecnologia na empresa...
Exclusiva
Novas normas trazem ESG à contabilidade do ecossistema financeiro
Regulação define critérios para medição de riscos ambientais e sociais nas carteiras de crédito e...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top