DMCard entra no mercado de cartões de crédito bandeirados

DMCard entra no mercado de cartões de crédito bandeirados

Por Edilma Rodrigues

A DMCard, que há 18 anos atua com cartões private label, vai colocar no mercado o seu primeiro cartão de crédito bandeirado, o DMCard Mastercard, acessível a qualquer perfil de consumidor. Mas, segundo a empresa, o cartão foi criado para atender às necessidades das classes com menor poder aquisitivo e propiciar inclusão financeira e digital dessa parcela da população. 

A empresa informa que já atua com esse público por meio do private label de supermercados e sua expertise está justamente em oferecer crédito para quem não consegue em bancos. Assim, a oferta do novo cartão começa com a própria base de clientes da DMCard e utilização de score tradicional. “Porém a companhia desenvolveu metodologia própria de redução de risco. Por isso, o percentual de aprovação de crédito da DMCard, mesmo focando nesse público, sempre foi maior que a média do mercado e bem maior que a média dos bancos,” informa a assessoria de imprensa.

Colaboradores começam a usar o cartão, que deve ser lançado no fim do ano

Desde o início deste ano, existe um projeto piloto com uma base de nove mil cartões ativos. Em agosto, a empresa abre o acesso aos seus colaboradores e tem plano de expansão até o fim de 2020. Ainda não foi definido se haverá ou não anuidade.

Segundo a diretora de marketing da empresa, Sandra Castello, a DMCard é um dos players do setor private label que mais colaborou para o crescimento desse formato no Brasil, transformando o cartão de loja na porta de entrada da população de baixa renda ao crédito. “O mercado e o perfil desse consumidor está se transformando e, para atender essa nova demanda, estamos criando o nosso cartão bandeirado com o mesmo propósito”, conta Sandra.

Código de segurança dinâmico na categoria standard

Apesar do seu público-alvo e estar disponível apenas na categoria standard, a executiva também faz questão de destacar que houve a preocupação de disponibilizar o que há de mais inovador. “Nossos clientes terão acesso a uma tecnologia de ponta, um cartão standard com 100% deles já liberados para uso no exterior e um dos únicos do país com o CVC dinâmico”.

No segmento de cartões de crédito, a categoria standard é a mais básica. “Essa classificação está relacionada com o fato de ser um produto acessível de forma mais fácil a uma grande parcela da população, e não, necessariamente, com o fato de oferecer menos benefícios. Exatamente por isso, optamos por nos concentrarmos neste formato para o lançamento”, explica Sandra.

A tecnologia de segurança e experiência do consumidor agregada é superior a quase todos das categorias mais premiums disponíveis no mercado. Nos cartões DMCard Mastercard, o código de segurança (CVC) não está impresso no plástico. Ele é dinâmico e deve ser consultado no aplicativo sempre que necessário para pagamentos remotos. Dessa forma, os números podem ser alterados a cada 60 minutos – por isso classificado como dinâmico –, o que significa muito mais segurança.

Com informações da assessoria de imprensa

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top