paraisopolis

Crowdfunding permite a Paraisópolis montar duas casas de acolhimento para pessoas infectadas com o covid-19

Por Edilma Rodrigues

A comunidade de Paraisópolis agora conta com duas casas de acolhimento com 260 leitos cada. Elas funcionam em duas escolas estaduais do local, que foram adaptadas para receber moradores infectados com a covid-19 e devem começar a operar no início da próxima semana. A iniciativa foi viabilizada por meio de várias campanhas de crowdfunding na internet e doação de pessoas físicas que apoiam a causa, para fazer frente à dificuldade de os moradores contaminados por esse vírus manter o isolamento em casas onde moram muitas pessoas.

De a cordo com o coordenador do G10 das Favelas e líder comunitário de Paraisópolis, Gilson Rodrigues, 100 pessoas vão trabalhar nas duas unidades, entre cuidadores, auxiliares e enfermeiros. Além disso, uma ambulância vai ficar na porta para socorrer doentes que precisarem de internação hospitalar.

Número de leitos pode ser insuficiente

Com 100 mil habitantes, o líder comunitário de Paraisópolis, teme que os espaços ainda sejam insuficientes diante da situação de crise. Por isso, ele saliente que é pressionar o governo para que lance políticas públicas para favelas.

“É inadmissível que até agora o governo não tenha criado uma frente específica para atender as favelas do país, tendo em vista que somos 13 milhões de brasileiros com suas especificidades, com suas questões ligadas à falta de infraestrutura, saneamento básico, falta d’água e uma série de necessidades. Porque as políticas de saúde que estão colocadas não se enquadram em Paraisópolis. Buscamos estabelecer um diálogo e pressionar o governo para que criem políticas públicas, seja no município, no estado ou no Brasil.”

Nove mortes suspeitas

Em Paraisópolis, diversas pessoas aguardam o resultado dos exames para saber se foram infectadas com o novo coronavírus; 15 pessoas testaram positivo e houve nove mortes suspeitas de terem sido causadas pela doença. Elas também aguardam os resultados dos exames.

Grafites com mensagens de paz

Nos muros das escolas, artistas locais e da cidade de São Paulo vão pintar os muros com mensagens de paz, solidariedade e união. A ideia é que haja um intercâmbio e troca de experiências.

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top