nota3

Criptomoedas realmente podem ser o futuro, diz a chefe do FMI

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional, FMI, Christine Lagarde, falou sobre o potencial que as moedas virtuais têm para suplantar o dinheiro tradicional nas próximas décadas. As criptomoedas são uma nova classe de ativos digitais gerados por blockchains, ledgers distribuídos que construíram sua fama como estrutura subjacente de redes como bitcoin e ethereum.

Ao contrário do que disseram o CEO da JPMorgan Chase, Jamie Dimon, e o fundador do hedge fund e bilionário, Ray Dalio, que recentemente desprezaram o bitcoin,  moeda digital mais conhecida do mundo. Lagarde compartilhou uma visão mais positiva sobre o futuro da tecnologia com os participantes de uma conferência do Bank of England, em Londres. De muitas maneiras, as moedas virtuais podem apenas dar às moedas e políticas monetárias existentes uma forma de operação para seu dinheiro, avaliou.

Pode não ser sábio descartar moedas virtuais, afirmou Lagarde. Os cidadãos podem preferir moedas virtuais um dia.

Lagarde dedicou um terço da sua fala, que vislumbrou como a tecnologia financeira pode remodelar o mundo até 2040, ao tema criptomoedas. Ela observou que o dinheiro digital pode ganhar popularidade à medida que os engenheiros trabalham com questões de tecnologia relacionadas ao processamento de mais pagamentos por meio de redes blockchain no futuro.

Por que os cidadãos podem ter moedas virtuais em vez de dólares físicos, euros ou libras esterlinas? Porque um dia pode ser mais fácil e seguro do que obter contas em papel, especialmente em regiões remotas, afirmou Lagarde e acrescentou: As moedas virtuais podem, na verdade, tornarem-se mais estáveis.

Lagarde formulou suas previsões com a presunção de uma ficção científica (Você está pronto para vir comigo em meu pod [drone ‘barulhento’] e explorar o futuro juntos?, disse ela), mas sua previsão corresponde à visão de outros grandes nomes de otimistas, como a CEO da Fidelity, Abigail Johnson. Eu acredito, disse Johnson em uma conferência da indústria no início deste ano sobre moedas digitais.

Lagarde abordou outros tópicos também como a possível interrupção do modelo tradicional de negócios bancários por fintechs iniciantes, bem como o advento da inteligência artificial.

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top