nota5

Clientes de bancos tradicionais buscam novas experiências com banco digitais

Entre os clientes que consideram a possibilidade de trocar de banco tradicional nos próximos 12 meses, mais de 80% já estão atualmente usando pagamentos, cartões ou algum outro produto de conta bancária oferecidos pelas Bigtechs ou pelos bancos digitais. A constatação foi uma das principais revelações do Relatório Mundial de Bancos de Varejo, publicado no final de outubro pela Capgemini e pela Efma.

Conceitualmente o estudo afirma que os bancos de varejo estão lutando para oferecer uma experiência positiva de última milha à medida que os clientes exigem serviços bancários mais abrangentes e personalizados.

Em comunicado divulgado pelo portal Business Wire, o CEO da Unidade de Negócios Estratégicos de Serviços Financeiros da Capgemini, Anirban Bose, afirma que em uma era de expectativas crescentes dos consumidores, os bancos são desafiados a oferecer a seus clientes uma experiência envolvente e consistente em todos os canais (filiais, web e dispositivos móveis). 

Desta forma eles evoluem da abordagem do Open Banking para uma mentalidade do Open X, onde os bancos e os novos não tradicionais se unem para fornecer serviços bancários que se integram às experiências digitais.

“Os bancos que identificam suas principais capacidades e, em seguida, buscam parcerias com as Fintechs e outros setores de negócios para aprimorar suas ofertas em outras áreas serão os mais bem-sucedidos,” diz.

Atualmente, 75% dos clientes com conhecimento técnico usam pelo menos um produto financeiro de uma Bigtech. Além disso, os três principais motivos pelos quais os clientes dizem que recorrem a produtos financeiros de players não tradicionais são custos mais baixos (70%), facilidade de uso (68%) e serviço mais rápido (54%).

O estudo orienta que para se tornar um provedor de serviços eficiente liderado pela experiência na era Open X, os bancos precisam se tornar bancos criativos colaborando efetivamente com as fintechs.

Além disso, os bancos precisam escolher estrategicamente parceiros que complementam portfólios de produtos, aprimoram a prestação de serviços, aumentam as vendas. Ao alavancar a colaboração eficaz e ao mesmo tempo maximizar as fortalezas tradicionais, os bancos podem criar uma poderosa vantagem na era do Open X.

Fonte: https://www.businesswire.com/news/home/20191028005732/en/World-Retail-Banking-Report-2019-Inventive-Banking

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top