nota7

Clientes de 360 fintechs podem fazer saques e depósitos em caixas eletrônicos

Por Edilma Rodrigues

A ABFintechs (Associação Brasileira de Fintechs) e a Saque e Pague fecham parceria para oferecer serviços de saques e depósitos aos mais de 360 associados da instituição. De acordo com o presidente da ABFintechs, Rodrigo Soeiro, o acordo leva conveniência aos clientes das fintechs, especialmente aos desbancarizados, que segundo comunicado da associação somam 34% da população brasileira. Esses clientes encontram dificuldades para fazer saques, porque exigem cartões pré-pagos, bem como depósitos em dinheiro, por não terem contas correntes convencionais.

Com a parceria, os clientes das fintechs podem fazer transações com pessoas sem contas em banco, principalmente. Há, inclusive, a possibilidade da emissão de um cartão com a marca da entidade para criar uma plataforma de consumo para as fintechs. “Nós enxergamos na Associação uma oportunidade ímpar nesse momento de crescimento da rede. Eu tenho certeza de que com essa parceria vamos concretizar muitos projetos ainda mais rápido”, afirmou o  diretor de inovação e expansão da Saque e Pague, Nori Lermen, durante o Fintouch, na última quarta-feira (08).

A Associação ressalta que esse mercado é crescente, mas encontra limitações para disponibilizar o dinheiro físico. Parcerias como essa levam a atuação das fintechs no Brasil a um novo patamar, afirma a diretora executiva da ABFintechs e CEO e fundadora do DinDin, Stephanie Fleury, que faz parte do projeto piloto a ser implementado.

Segundo o diretor presidente da Saque e Pague, Givanildo Luz, a empresa propicia a conexão entre o mundo digital e o físico. “Estamos preparados para atender esse mercado que só cresce. Nossa meta é incluir digitalmente e financeiramente milhares de cidadãos.”

Os terminais da Saque e Pague são similares a um ATM e contam com tecnologia de depósito de dinheiro sem necessidade de uso de envelopes. “Conseguimos praticar tarifas diferentes porque podemos obter receitas de diferentes públicos do terminal,” assinala Lermen. Atualmente existem 1,1 pontos em 18 estados brasileiros. Foram transacionados R$ 24,7 bi, sendo R$ 1,2 bi por mês. Entre 2014 e 2017, eles cresceram 25 vezes.

Ainda de acordo com Lermen, em alguns segmentos importantes, 90% das transações são realizadas em dinheiro. O executivo compara a solução aos caixas de instituições financeiras tradicionais que têm funções limitadas, quando estão fora das agências: a máquina da Saque e Pague é ininterrupta, segundo ele.

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top