nota7

Cielo cria recurso para e-commerces atenderem protocolo de segurança de cartão de crédito

Por Edilma Rodrigues

O volume de vendas no e-commerce durante a Black Friday é, em média, sete vezes maior do que em uma sexta-feira comum, segundo levantamento da Cielo, por onde passaram 85% das transações onlines do Brasil em 2017. As tentativas de fraude nesse período, assim como em qualquer transação realizada na internet, precisam ser mitigadas, por isso é fundamental transacionar em sites seguros e que estejam de acordo com as normas mundiais de compliance.

A Cielo desenvolveu uma nova funcionalidade, a Silent Order Post, para quem tem algum tipo de comércio eletrônico e não está adequado aos protocolos da chamada Normas de PCI Compliance, que regem as movimentações eletrônicas com cartão de crédito. Pelas regras de transações desse tipo em e-commerce, o estabelecimento não pode trafegar em seu servidor os dados do cartão de forma aberta. Eles devem ser criptografados. O Silent Order Post é um método de segurança que gera um token temporário referente a uma transação e garante o tráfego dos dados do cartão de maneira segura, em um código criptografado, sem custos adicionais para o cliente.

O diretor de e-commerce e canais digitais da Cielo, Rogério Signorini, explica que o Silent Order Post não muda absolutamente nada na experiência de compra do portador do cartão. “É uma camada de segurança totalmente transparente. Antes de armazenar um cartão, os dados são trafegados entre a tela de pagamento (checkout) com o servidor daquele lojista. É nesse passo que os estabelecimentos precisam se adequar às normas de PCI, explica.

Serasa Experian implanta o Silent Order Post para 300 mil clientes

A Serasa Experian foi a primeira empresa a implementar essa solução de segurança oferecida pela Cielo. Com ela, a companhia passa a oferecer mais segurança aos usuários de dois serviços, como o Serasa Antifraude, que têm uma base de 300 mil clientes. Com a adequação, a empresa elimina os riscos de sofrer sanções por não estarem de acordo com a legislação.

Se fôssemos desenvolver internamente essa adequação levaríamos muito mais tempo e teríamos um custo bastante alto. Com o Silent Order Post, ficamos compliance com as normas de forma rápida e simples, oferecendo ainda mais segurança para nossos usuários, avalia o vice-presidente de tecnologia da informação da Serasa Experian e Experian América Latina, Alberto Campos.

A integração da funcionalidade ao sistema da Serasa Experian foi simples e rápida. Em cerca de 15 dias foram feitas as adaptações para integrar o Silent Order Post, realização de testes e já entrou em operação.

Com informações da assessoria de imprensa

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top