Celcoin recebe R$ 55 milhões de investimentos ao quadruplicar transações

Celcoin recebe R$ 55 milhões de investimentos ao quadruplicar transações

Por Edilma Rodrigues

A Celcoin, plataforma de open finance, recebeu um aporte de 55 milhões de reais. A rodada marcou o primeiro investimento da Torq Ventures, programa de CVC da Sinqia e contou com a participação da Vox Capital, fundo de impacto da América Latina, e do boostLab, hub de negócios de tecnologia do BTG Pactual. A fintech não divulga o valuation, mas afirma que cresceu cinco vezes em valor, depois do último aporte, de 23 milhões de reais em outubro do ano passado.

A atratividade da startup não é à toa. O volume de transações mais que quadruplicou nos últimos 12 meses. Mensalmente, mais de 8 milhões de pessoas transacionam mais de 1,5 bilhão de reais pela Celcoin.

Segundo a fintech, o investimento vem somar à geração de caixa da empresa e vai acelerar o desenvolvimento de produtos, aquisição de startups que complementem sua oferta de APIs e para conclusão do processo de obtenção das licenças de Instituição de Pagamento e de Iniciador de Transações de Pagamento (nova figura criada pelo Banco Central para atuar no open banking). 

A Celcoin anunciou ainda um acordo operacional com o Torq Labs, que prevê a distribuição de suas APIs para os mais de 500 clientes da Sinqia. 

Fundada em 2016, a startup oferece infraestrutura de serviços financeiros por meio de APIs. E conta com mais de 170 clientes como bancos, fintechs, carteiras digitais, corretoras, ERPs, marketplaces, operadoras de celular e empresas de fidelização usam a infraestrutura da Celcoin. Além disso, mais de 36 mil correspondentes bancários estão conectados à plataforma possibilitando uma oferta ampla de serviços financeiros em suas lojas.

Dentro da sua plataforma de open finance, a startup disponibiliza APIs para Pix, pagamento de contas, recargas de celular, depósito e saques na rede Banco24Horas e no varejo, débito automático, DDA, recargas de transporte, plataformas de streaming, jogos, entre outras funcionalidades. No início do ano, lançou APIs de Open Banking e já conta com dezenas de clientes, que buscam acessar de forma simples os dados de seus usuários para oferecer produtos personalizados e com melhores condições. 

“Somos o grande ‘Lego’ de serviços financeiros abertos por trás dos bancos digitais e fintechs. Pavimentamos o caminho para escalarem oferecendo funcionalidades que eram restritas aos grandes bancos. Estamos agora ajudando a se tornarem o centro da vida financeira de seus clientes”, destaca o CEO e fundador da Celcoin, Marcelo França.

Com informações da assessoria de imprensa

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top