2_canais_digitais_do_sicoob_respondem_por_71_das_transacoes

Canais digitais do Sicoob respondem por 71% das transações

No Sicoob, sistema financeiro cooperativo, a transformação digital é vista como prioridade. O investimento nos canais digitais faz parte de ações propostas no plano de TI. Segundo a instituição, o foco no cooperado e em canais interconectados de forma simples e eficiente são a chave para uma estratégia de transformação digital de sucesso. Para se ter uma ideia, são seis projetos implantados ou em fase de implantação este ano. A iniciativa “Canais Digitais do Sicoob” rendeu a disputa pelo Prêmio Relatório Bancário 2017, nas categorias Aplicativos, Autoatendimento e Solução para Mobile Banking.

Os resultados também renderam bons frutos. No primeiro semestre de 2017, os canais digitais foram responsáveis por 71% das transações realizadas no sistema Sicoob, sendo que a maioria destas, 39%, foram feitas no mobile banking e 32% no internet banking. Em algumas cooperativas, mais de 65% das transações são realizadas apenas nos dispositivos móveis. Atualmente os cooperados contam com mais de 200 transações de negócio disponíveis em dez canais digitais.

Entre os projetos de 2017, estão o saque digital, que permite a cooperados realizar saques nos ATMs com leitura de QR Code no app Sicoob sem precisar do cartão. Com a transferência digital, os cooperados podem gerar e compartilhar um QR Code com os dados da transferência (agência, conta e valor) por mensagem, de forma rápida e simples. No atendimento digital do Sicoob os cooperados têm um canal direto com especialistas, mesmo em horários em que a agência não está aberta. Já o depósito digital de cheques, criado no conceito omnichannel, é feito por meio da captura da imagem dos nos canais Sicoobnet Celular e Empresarial, sem a necessidade de apresentação física do documento na cooperativa.

O projeto transações recentes, por sua vez, permite ao cooperado reutilizar dados de transações feitas anteriormente em qualquer canal e a cobrança bancária e uma solução em desenvolvimento que permitirá ao cooperado gerir sua carteira de cobrança por meio de dispositivos móveis. A funcionalidade será integrada com o Sicoobnet Empresarial, permitindo que o cooperado tenha acesso aos dados de sua carteira do canal que achar mais conveniente.

Segundo a instituição, a mudança no comportamento dos usuários é progressiva. Em outubro de 2016, pela primeira vez, o canal mobile banking se tornou o de maior relevância no Sicoob, em participação no total de transações. Naquele mês, 34% das operações aconteceram no mobile. No ano, os dois canais foram responsáveis por 66% de todas as transações. Estima-se que em 2016, o maior uso dos canais digitais (internet e celular) promoveu redução de custos de R$ 321 milhões. Em julho de 2017, 73% das operações foram realizadas nestes canais. De 2012 a 2016, o crescimento do número de transações no meio digital foi de 51% ao ano. Além disso, tanto no meio físico (Agências, ATMs e Correspondentes) quanto no digital (Internet e Mobile Banking) o volume de transações cresceu. Foram realizadas 2 bilhões de transações, aumento anual de 35%.

A mobilidade no atendimento do Sicoob iniciou em 2006, com a implantação da primeira versão do Internet Banking, o Sicoobnet Pessoal. Em 2008, de forma pioneira nos sistemas cooperativos, foi lançado o Sicoobnet Celular e em 2011 o Sicoobnet Empresarial, integrando as empresas cooperadas ao contexto virtual. Apesar de ter apenas 14 anos de funcionamento como rede integrada, o Sicoob, juntamente com seu banco, o Banco Cooperativo do Brasil – Bancoob, está na lista das seis maiores redes de atendimento do país (Banco do Brasil, Bradesco, Itaú Unibanco, Santander, CEF e Sicoob) e tem papel de destaque e liderança na adoção de tecnologias móveis e canais digitais.

De acordo com o projeto, o Sicoob também foi pioneiro em iniciativas de mobile banking como o leitor de código de barras automático, sem a necessidade de acionamento manual do usuário; importação de arquivos PDF para pagamentos de boletos e convênios com a leitura automática do código CMC7; impressão de comprovantes por meio das tecnologias AirPrint (Apple) e Google Cloud Print (Android). E depósito de cheques com a captura da imagem pela câmera do dispositivo móvel; integração com relógios inteligentes (smartwatches); captura (via GPS) e registro de coordenadas geodésicas de glebas rurais a serem financiadas pelo Sicoob; autenticação por meio da impressão digital (biometria) em dispositivos Apple e Android, entre outros.

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top