Caixa só precisa da aprovação do BC para ter seu banco digital

Caixa precisa da aprovação do BC para ter ser banco digital

Por Edilma Rodrigues

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou, em 18 de março, que a instituição está avançando bastante com o projeto do seu banco digital, com base no aplicativo Caixa TEM. A informação é do Valor Invest. “Só falta agora a aprovação do Banco Central. Ele estima que, assim que autorizada, a nova instituição poderá abrir capital (IPO, na sigla em inglês) entre o final deste ano e começo do ano que vem”, conta a publicação.

Previsão de lançamento: fim deste ano oi início do próximo

Guimarães contou, em teleconferência com jornalistas, que o lançamento do banco digital só precisa de aprovação do BC. “Já temos, a autorização da SEST para abrir uma empresa, mas não para ser um banco, que deve ser feita pelo Banco Central, apesar de já estarmos operando com um time focado. Mas assim que aprovado, eu estimo que, entre final deste ano e começo do ano que vem, terá listagem aqui no Brasil e provavelmente no exterior também, tamanha essa valorização que se dá a questão digital”, descreve a fala do executivo na matéria.

Ainda segundo a publicação, o aplicativo Caixa TEM foi criado para liberar os pagamentos de auxílio emergencial principalmente no começo do ano e deve ser utilizado novamente, agora com as prováveis novas liberações, em uma base de já 38 milhões de beneficiados no Brasil todo. “No ano passado, 28% das transações digitais em 2020, que somaram 14,4 bilhões foram por meio da Caixa Tem, o que ajudou a aumentar esse volume de transações de 7,7 bilhões em 2019 para os mais de R$ 14 bilhões”.

Abertura de capital

Também está em discussão a abertura de capital da gestora da Caixa, que Guimarães acredita que possa ser feita em setembro deste ano e da bandeira Elo, que a Caixa detém participação. Já em andamento, informa o Valor, estão o processo de estreia na bolsa (IPO) da Caixa Seguridade e a oferta subsequente do banco Pan.

Após questionado se há falta de interesse por ofertas de estatais, em função da interferência do presidente Jair Bolsonaro no comando da Petrobras, o executivo negou e disse que há grande interesse pelo IPO da Caixa Seguridade e espera uma captação grande no varejo (pessoas físicas). “Teremos grande fatia de varejo, bem acima de 10%, no IPO da Caixa Seguridade”, disse Guimarães.

Fonte: Valor Invest

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top