BTG Pactual reverte juros de crédito social para projetos da Gerando Favelas

BTG Pactual reverte juros de crédito social para projetos da Gerando Favelas

Por Edilma Rodrigues

Os empreendedores das favelas em que a Gerando Falcões atua terão acesso a uma força para os seus negócios. O BTG Pactual, banco de investimentos que atua na América Latina, vai reverter para o terceiro setor todo o valor proveniente dos juros pagos por nano, micro e pequenos empreendedores para os quais o banco concedeu empréstimos para minimizar os efeitos da crise causada pela crise do Covid-19.

A BTG Pactual emprestou 9 milhões de reais para microempresários, com taxa de 6% ano. Desse valor, 3 milhões reais são para empreendedores ligados à rede Gerando Falcões. Os juros, que serão recebidos pelo banco, em até 24 meses, serão integralmente reinvestidos em projetos de parceiros, como é o caso da Falcões. É uma linha de crédito que pode dar aquele empurrão numa hora em que a economia está voltando a girar, que pode fazer diferença para quem mais precisa, explica o CEO da Gerando Falcões, Edu Lyra. 

Para viabilizar a iniciativa, o BTG Pactual utilizou toda a infraestrutura do BTG+ business, plataforma digital de soluções para pequenas e médias empresas. No total, mais de meio milhão de reais serão revertidos pelo banco para projetos apoiados pela campanha #NumerosQueImportam.

Nosso objetivo com esse reinvestimento é fomentar ações e projetos sociais do terceiro setor. Além disso, pretendemos continuar apoiando os nano, micro e pequenos empreendedores que desempenham papel fundamental para a retomada e para o futuro da economia, conta o CEO do BTG Pactual, Roberto Sallouti.   

A Gerando Falcões é uma plataforma de impacto social que trabalha em rede. Ela é uma ONG que apoia e acelera o trabalho de outras ONGs que atuam em periferias de favelas de todo o Brasil. Hoje, essa rede conta com cerca de 80 organizações, que atendem favelas espalhadas por 42 cidades, de seis estados. “Nosso sonho é de, em quatro anos, atender 1,2 mil favelas em todo o Brasil. Até o fim de 2020, nosso ecossistema contará com mais de 80 ONGs, impactando cerca de 290 favelas. Seu foco são iniciativas transformadoras, capazes de gerar resultados de longo prazo. Os projetos se baseiam em inclusão digital, esporte e cultura para crianças e adolescentes e qualificação profissional para jovens e adultos,” explica a nota. A Gerando Falcões foi criada em 2011 pelo empreendedor social Edu Lyra.

Com informações da assessoria de imprensa

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top