BS2 amplia oferta para PJ e lança unidade de negócios de Banking as a Service

class=wp-image-17203

O Banco BS2, primeiro banco digital brasileiro com atuação 100% focada no público PJ, anunciou nesta semana sua nova unidade de negócios, o BS2 as a Service. O objetivo é disponibilizar todas as suas soluções por meio de APIs padronizadas e escaláveis, que permitam aos clientes e parceiros oferecer produtos e serviços bancários para seus clientes dentro das suas próprias plataformas.

“Nos próximos anos teremos uma forte demanda de soluções financeiras que vão além da conta digital (BaaS tradicional). O consumo de soluções financeiras no canal de preferência do cliente, mais conhecido como ‘Embedded Finance’ ganha cada vez mais força e queremos ser referência no Brasil”, explica Breno Guelman, diretor de BaaS do BS2.

Expertise

Digital Cash Management é a área precursora de BS2 as a Service. Foi lá que o banco identificou uma crescente demanda de empresas precisando oferecer serviços e produtos financeiros aos seus clientes. “Já vínhamos há algum tempo evoluindo nossa solução de digital cash management e conseguimos escalar este negócio com lastro na estabilidade e confiabilidade que oferecemos em nossa entrega. O que vamos fazer agora é disponibilizar aos nossos clientes toda esta expertise desenvolvida internamente”, explica Marcos Magalhães, CEO do Banco BS2.

Em 2022, as transações da área de Digital Cash Management do BS2 tiveram um crescimento de 162% em relação ao ano anterior, totalizando R$ 105 bilhões. Além disso, em dezembro passado o banco alcançou uma participação de 9,2% de todos Pix P2Bs (transações de pessoas para empresas) realizados no Brasil. “Mais do que APIs, desenvolvemos soluções que ampliam a capacidade dos nossos parceiros em fazer negócios” diz Guelman.

Espera-se que a nova área de BaaS contribua para um incremento entre 20 e 30% na receita do banco. Para gerir a unidade, o BS2 realizou um movimento importante com a promoção de Breno Guelman a diretor de BaaS.

Para a composição do novo time, o banco investiu em contratações de peso, trazendo profissionais com larga experiência no setor: Gustavo Siuves assume como superintendente comercial de BaaS e Alessandro Ichikawa como gerente comercial de Digital Cash. Destaque também para a contratação de Stephany Colantonio, que atuará como superintendente de Produtos.

A vertical estreia, portanto, com uma estrutura robusta que alia tanto expertise comercial quanto técnica em produto. “É uma área que nasce a partir de uma demanda do mercado. Com um time experiente e com cabeça de fintech, mas corpo de banco”, finaliza Guelman.

Antes do anúncio, o BS2 contava apenas com jornada de pagamentos. Agora, oferece APIs para crédito, câmbio e seguros, além de pagamentos/recebimentos (Pix, TED, Pagamentos, boletos e conta corrente).

(Fonte: Assessoria de Imprensa)

Compartilhe

Notícias relacionadas

TOP 6
Fazenda faz parceria com Serasa para ampliar acesso ao Desenrola Brasil
O Desenrola Brasil já beneficiou cerca de 12 milhões de brasileiros
TOP 6
MEC lança Fies Social, nova versão do Fundo de Financiamento Estudantil
Disponível a partir do 2º semestre, cursos prioritários podem ter financiamento integral
TOP 6
Aporte em startups cresce 40%; fintechs têm redução de 48% em janeiro
Brasil recebeu 70% dos investimentos na América Latina e 58% do número de rodadas
TOP 6
Santander abre vagas para reforçar time de investimento na capital paulista
Mão-de-obra da própria região possibilita aproximação e ofertas mais assertivas

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top